Início EDUCAÇÃO Escola Isso é o que as pessoas otimistas podem te ensinar sobre como...

Isso é o que as pessoas otimistas podem te ensinar sobre como lidar com o estresse

Muitos de nós queremos viver e trabalhar aplicando o conceito de “equilíbrio entre vida pessoal e profissional”. No entanto, essa ideia tem pouca aplicabilidade e tende a nos deixar mais ansiosos e angustiados em pô-la para funcionar.

Talvez esse desejado equilíbrio não exista. Porém, existem outras mentalidades bastante vantajosas que podemos promover em nosso dia a dia: uma delas, mais simples do que qualquer outra, é sermos otimistas.

O otimismo pode ser o limite fronteiriço que nos impede de entrarmos em contato com a depressão e o estresse crônico. Ser otimista, em última instância, é a chave para o aumento da produtividade e a persistência na procura pelo sucesso e pela felicidade.

As vantagens dos otimistas

Pessoas que adotam essa mentalidade são comprovadamente menos estressadas e ansiosas.

Um estudo recente indicou que pessoas pessimistas enfrentam 145 dias de estresse a mais por ano do que os otimistas.

A pesquisa realizada com duas mil pessoas descobriu que os otimistas têm sete vezes mais chances de experimentar altos níveis de bem-estar financeiro do que sua contraparte ranzinza. Eles se sentem mais satisfeitos com relação ao dinheiro que possuem, não importando o quanto produzem ou ganhem, e têm uma probabilidade significativamente maior de fazerem escolhas positivas com os recursos que possuem.

Leia também: Pai e todos os filhos têm ou tiveram algum tipo de câncer, mas não perdem o otimismo

Também descobriu-se que estes indivíduos atingem com maior frequência seus objetivos, tanto pessoal quanto profissionalmente. Aqueles que são mais pessimistas, por outro lado, tendem a acreditar que seus objetivos são inatingíveis.

Os otimistas têm quase duas vezes mais chances de atingir suas metas primárias de vida, em média, e não estamos falando apenas de metas financeiras: 96% dos otimistas mudaram de carreira/profissão para seguir uma paixão ou hobby.

A ligação entre o otimismo e o sucesso

O estudo da Frost Bank é apenas uma das muitas pesquisas que demonstram que o otimismo é um atributo muito valioso. Por mais de uma década, diversas outras pesquisas têm demonstrado uma conexão muito forte entre o otimismo e o sucesso.

Executivos de grandes companhias que implantam na cultura da empresa tais características veem um aumento na receita bruta, na produtividade de seus colaboradores e uma maior chance de surgirem novas ideias ou patentes que tendem a aumentar o faturamento a longo prazo (devido a uma maior liberdade criativa).

Leia também: Mineira que teve perna amputada nos ensina que otimismo é a melhor forma de encarar a vida

Otimismo é a expectativa de que coisas boas aconteçam e a crença de que nosso comportamento é importante, especialmente diante de desafios. Claro, ainda é essencial ter bom senso. Otimismo racional significa fazer uma avaliação realista do momento presente. Isso significa manter a crença de que você pode dar um passo de cada vez, agir e superar um desafio ou alcançar um objetivo.

Isso é o que as pessoas otimistas podem te ensinar sobre como lidar com o estresse
Foto: Hybrid/Unsplash

O passo a passo para o otimismo

Se você está lendo isso e não se considera uma pessoa otimista, não tenha receio. O aspecto mais esperançoso desta pesquisa é que o otimismo pode ser aprendido. Durante apenas alguns minutos por dia, você pode treinar seu cérebro para ver o mundo a partir de uma perspectiva mais positiva.

Aqui estão alguns hábitos simples que qualquer um pode aplicar em seu cotidiano para se tornar uma pessoa mais otimista:

1. Dê o primeiro passo agora: a pesquisa da Frost Bank mostrou que os otimistas não esperam pelo plano perfeito e detalhado. Em vez disso, eles tentam atingir seus objetivos, mesmo que seja um objetivo difícil. A pesquisa mostra que executar e celebrar o progresso a partir de pequenos incrementos pode torná-lo mais bem-sucedido no cumprimento de metas, sejam elas financeiras ou não. Dar esse primeiro passo é uma ação significativa que você pode tomar diante de um desafio. Isso lembra o cérebro de que seu comportamento é importante quando você obtém uma vitória ao completá-lo.

2. Concentre-se no que é bom: nossa mente se concentra nas coisas sobre as quais estamos mais estressados. Muitas vezes precisamos de um pouco de ajuda para ver as partes positivas da nossa vida que valem a pena comemorar. Este é o combustível que nos mantém em movimento. A cada dia, reserve dois minutos para escrever três coisas novas e específicas pelas quais você é grato. Essa prática simples pode mudar a maneira como você vê o resto do dia, à medida que melhora a varredura de itens a serem adicionados à lista.

3. Espere o inesperado: mesmo os otimistas experimentam contratempos. Porém, eles são mais propensos do que os pessimistas a se recuperarem e aprenderem com esses contratempos. Os otimistas da pesquisa dizem que aprender com seus erros alimenta seu otimismo. Portanto, faça uma lista de três dos eventos mais estressantes de sua vida, como você os superou e o que aprendeu. Seu passado resiliente pode ajudar a aumentar seu otimismo.

Não deixe para depois o que você pode começar hoje!

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Matéria originalmente publicada em inglês no Fast Company

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,422FãsCurtir
1,681,743SeguidoresSeguir
8,252SeguidoresSeguir
11,000InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadora de Manaus desenvolve plástico biodegradável a partir do cará

Quem já comeu sabe o quanto o cará é saboroso. O tubérculo, que é bem parecido com o inhame, é rico em fibras e...

Casal gay adota bebê com HIV que foi rejeitada por 10 famílias

Pouco depois de nascer, Olivia foi abandonada em um orfanato. Na fila de adoção, foi rejeitada por 10 famílias. O motivo? A menina é...

Jovem abre espetinho e amigos aparecem para ‘dar uma força’ em Curitiba (PR)

No início deste mês, o usuário @Chrystofer_99 comentou no seu Twitter que planejava abrir um espetinho. A ideia era fazer um 'teste' com sua família,...

Instagram