Pessoas sem mobilidade nenhuma podem praticar bocha adaptada, o esporte mais inclusivo do mundo

O Brasil foi soberano nas disputas da bocha no Parapan de Toronto, no Canadá. Nossos atletas estiveram presentes em todos os pódios e conquistaram nove medalhas – seis de ouro e três de bronze!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na bocha paralímpica, os atletas competem em cadeiras de rodas lançando bolas para conseguir o maior número de esferas perto da bola-alvo. Na classe BC3 da modalidade, os competidores não têm mobilidade nas mãos e precisam de uma rampa para empurrar a bola com uma vara entre os dentes ou presa à cabeça. Eles contam com a ajuda de um “calheiro”, que atua como as mãos dos paratletas. A cumplicidade, o olho no olho, é a fórmula da vitória. Confira:

#BrasilNoParapan #HinoTodoDia #Bocha “Na bocha, todos os atletas têm limitações físicas muito grande. Eu pensei: “Como alguém assim consegue estar em uma Vila Parapan-Americana?” Isso me emocionou demais. A bocha é a modalidade que mais reforça a expressão de inclusão, porque ela inclui até mesmo deficientes que não poderiam praticar nenhum outro esporte. Eu não tenho nenhuma mobilidade nos braços e nas pernas, mas eu falo, converso. Tem atletas que nem isso. A bocha é capaz de proporcionar esse nível de superação tão grande. Pessoas que poderiam estar em uma cama pelo tamanho de suas dificuldades estão tentando levar a vida, estão se incluindo, socializando. Não tem palavras para descrever. É sentir dentro da alma” (Daniele Martins, atleta da modalidade e auxiliada pela mãe Sandra em Toronto, em entrevista para o GloboEsporte.com)Leia a matéria completa sobre as nossas conquistas na bocha e sobre a relação incrível entre atleta e calheiro http://glo.bo/1Ttq2VbImagens: João Paulo RacyProdução: Graziella Batista e Camila KoprovskiEdição: Luísa Breda

Posted by Comitê Paralímpico Brasileiro – CPB on Quarta, 12 de agosto de 2015

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

via [G1]

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,638,512SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Colegas de trabalho doam 330 dias de férias para funcionária cuidar de sua filha doente

E não foram apenas os funcionários mais próximos dela, mas, também, aqueles que ela sequer conhecia. A maioria doou de um a três dias. Ao todo, Nathalie ganhou 330 dias (quase um ano inteiro) para acompanhar o tratamento da filha.

Concurso de design busca projetos de soluções para residências mais saudáveis

O mundo vive um momento chave, em que temos que começar a nos mover e promover ações de impacto na sociedade. E nada melhor...

Tumblr que dá ‘pernas’ a gatos faz sucesso na web

"Meowtfit – Gatos vestindo calças” é um novo Tumblr criado por um casal que está se divertindo dando pernas para um de seus três...

Noiva grávida morre antes de entrar na igreja e noivo recebe apoio de amigos e desconhecidos

A noiva Jéssica passou mal um pouco antes de entrar na igreja, ela estava grávida, foi submetida a um parto de emergência e o bebê sobreviveu. O policial Flavio Gonçalves agora luta para custear o hospital e os cuidados com o bebê prematuro.

Pai criou campanha no Halloween para dizer às meninas que elas podem ser quem quiserem

O americano John Marcotte viu que as meninas têm poucas opções de fantasias para celebrar o Halloween. Ele chegou a essa conclusão enquanto comprava...

Instagram