Conheça a pianista com carreira internacional que leva música clássica à periferia

Se talento definitivamente é o que não falta à pianista e concertista brasileira Juliana D’Agostini, podemos dizer o mesmo sobre seu esforço de querer romper a barreira que separa a música clássica de crianças e adolescentes que vivem em comunidades

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Juliana toca piano desde os cinco anos de idade. Aos 17, entrou na Universidade de São Paulo, onde graduou-se em piano. Depois, foi para a Europa e os Estados Unidos fazer cursos de especialização nas melhores escolas do mundo. 

Desde então, vem colecionando prêmios internacionais e apresentações em salas de concerto, como o Carnegie Hall. Juliana chegou ao topo, mas existia um vazio que precisava preencher. “Sempre me chateou o fato de não poder exercer minha profissão no Brasil. Fui pra fora muito nova com o coração partido, na certeza de que na hora certa voltaria para construir algo grandioso em meu amado país”, conta.

crianças aplaudindo pianista palco teatro
Foto: Henrique Brito

Maternidade despertou na pianista a vontade de compartilhar música clássica com os pequenos

Esse momento coincidiu com o nascimento de seu filho, André, em 2016. “Passei a estruturar projetos em São Paulo para o público infantil. A maternidade me despertou a vontade de transmitir o legado da música clássica para todas as crianças, que merecem ter acesso a conteúdo de qualidade para poderem fazer escolhas saudáveis em suas vidas”, diz a pianista.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Sempre sofri com a desigualdade, mães desesperadas para encaminharem seus filhos, crianças com vontade de aprender. Senti que poderia contribuir um pouco para melhorar a vida das pessoas.”

Após o nascimento do filho, Juliana começou a realizar apresentações gratuitas em teatros, escolas e outros espaços que pudessem receber o público infanto-juvenil. Foram tantas as apresentações que Juliana não lembra quantas, exatamente. Mas uma coisa a pianista não esquece: o carinho e a receptividade das crianças, familiares e organizadores locais.

pianista sorrindo fundo orquestra crianças
Foto: arquivo pessoal

“Começaram com os HITs da música clássica. Logo evoluíram, pois as crianças queriam entender mais sobre o piano. Adicionamos então personagens que deram um resultado muito positivo com a plateia”, lembra.

Então, em 2019, surgiu o Piano Mágico da Ju, uma série que busca aproximar a criançada da música clássica com leveza e bom humor. Disponível no Instagram e YouTube, a partir de abril, entrará na grade diária da TV Cultura. 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sistema de ensino de música para escolas públicas

Conhecendo melhor a realidade das periferias por meio do projeto, a pianista sentiu que poderia dar um passo além: criar um sistema de ensino de música para crianças do ensino fundamental de escolas públicas do Brasil inteiro.

O conteúdo foi formulado pelo Instituto Cultura Juliana D’Agostini e contou com a colaboração de pedagogos, psicólogos e musicoterapeutas para torná-lo uma realidade ainda, este ano.

alunos estudando música com pianista
Foto: arquivo pessoal

“Para atendermos um maior número de crianças, precisamos viabilizar nosso sistema de ensino através dos recursos de Secretarias de Cultura/Educação, Prefeituras, Governo, emendas parlamentares e leis de incentivo. Temos equipe própria de gestão desses projetos”, explica Juliana.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

pianista toca piano cercada crianças palco
Foto: Henrique Brito

As crianças terão acesso a disciplinas como “Flauta Doce”, “Percussão”, “História dos ritmos brasileiros”, “Corpo e Movimento”, “Musicoterapia” e “Música para Surdos”. A ideia é impactar não apenas as crianças, mas também familiares, amigos e a comunidade do entorno, promovendo o desenvolvimento intelectual de todos.

O nosso papo com a pianista continua no vídeo abaixo. Aperte o play!

Que demais! Tenho amigos músicos e sempre concordo quando dizem que a música deve ser inserida na educação infantil. Você também acha? Comenta aí!

Selo Conteúdo Original Razões para Acreditar

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,495,414SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Americana inclui imagem de filho morto em foto de casamento e emociona a web

"Era quase insuportável fazer fotos de família sem ele", disse a americana Anna Bozman Thompson sobre a ideia de excluir o filho Travis Lake,...

Menina de 12 anos funda biblioteca popular em povoado no interior da Bahia

Só desenvolvemos o hábito da leitura quando temos acesso a livros, jornais, internet, etc. Mas, não é todo mundo que tem esse privilégio, principalmente...

História de amor de mulher e marido doente comove web e vaquinha bate mais de R$ 40 mil

A história da Analice e do Junior só mostra como o amor é capaz de superar muitos obstáculos e dificuldades. Junior foi atropelado há dois...

Após sofrer preconceitos na infância, nordestino lança livro para elevar autoestima de crianças com cabelo crespo

Ao longo da vida, o professor nordestino, Nicácio Belfort, passou por muitas situações de racismo e processos de aceitação da sua negritude. Ele nos contou...

Multidão protesta contra grupo que tentou impedir pessoas com deficiência de irem à praia na PB

A tentativa de impedir a frequência de pessoas com deficiência à praia surtiu o efeito contrário.

Instagram