Pinguins resgatados são devolvidos ao mar no Paraná após tratamento; assista

O Laboratório de Ecologia e Conservação da Universidade Federal do Paraná (UFPR) soltou oito pinguins de volta ao mar que haviam sido resgatados e que estavam sob tratamento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As aves se despediram na última segunda-feira (16) em clima de festa em Pontal do Paraná (PR), com direito a uma emocionada plateia.

Segundo a UFPR, a temporada de 2019 – maio a outubro – recebeu 14 pinguins que precisavam de tratamento. Infelizmente, deste total, seis morreram devido a doenças e baixa imunidade. Os oito sobreviventes foram cuidados e alimentados pela equipe do Laboratório de Ecologia e Conservação até ‘receberem alta’.

Pinguins-de-Magalhães

Os oito pinguins pertencem à espécie pinguim-de-Magalhães, também conhecidos como naufragados e patos-marinhos, que migram da Patagônia e Ilhas Malvinas até o litoral brasileiro em busca de alimento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A migração é bastante dura e cansativa, afinal, eles percorrem milhares e milhares de quilômetros até a terra firme mais próxima. As ações e atividades humanas crescentes contribuem diretamente para o aumento da debilitação e mortalidade desses animais.

Leia também:

Através do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), a equipe do Laboratório de Ecologia e Conservação da UFPR atende e reabilita aves, mamíferos e tartarugas marinhas.

Ao resgatar pinguins-de-Magalhães debilitados, a ação realiza o tratamento necessário, exames laboratoriais, fisioterapia, além de cuidarem de fatores como enriquecimento ambiental e prevenção de possíveis patologias desenvolvidas em cativeiro, sempre visando a melhor e mais rápida recuperação dos animais.

Quanto mais rápida a recuperação dos animais, menor o estresse e mais rápido será a reintegração no ambiente natural.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Ver essa foto no Instagram

 

O vídeo mais fofo que você verá hoje ❤ Pinguins resgatados e tratados pelo Laboratório de Ecologia e Conservação da UFPR, @lecufpr, sendo devolvidos para o mar 🐧🐧🐧🐧🐧

Uma publicação compartilhada por Universidade Federal do Paraná (@ufpr_oficial) em

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Bem Paraná/Fotos: Reprodução/UFPR

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,452,816SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Dois adolescentes criam projeto ambiental e reconstroem 20 km de jardins para salvar abelhas (EUA)

Cerca de 40% dos insetos polinizadores em todo o mundo estão em risco de extinção, incluindo principalmente as abelhas e borboletas. Mas Luke Marston...

Menina de 10 anos salva recém-nascido vendo vídeos no YouTube

A menina limpou o bebê e até cortou seu cordão umbilical.

SP ganha confeitaria vegana com serviço de entrega

Quem é de São Paulo e curte ou tem curiosidade de provar doces veganos, mas falta tempo para comer fora, precisa conhecer a recém-inaugurada...

Jovem invade casa em chamas para salvar sobrinha de 8 anos: ‘faria de novo, mesmo se eu morresse’

Derrick Byrd não gosta da alcunha de "herói", mas se não fosse por ele, sua sobrinha, uma menininha de 8 anos, teria sucumbido ao...

Idosas vivem juntas o isolamento com muito vinho e gargalhadas

Três idosas do Reino Unido tiveram uma excelente ideia quando recomendaram que elas se isolassem do mundo para não correrem risco de contrair o...

Instagram