Pinguins resgatados são devolvidos ao mar no Paraná após tratamento; assista

O Laboratório de Ecologia e Conservação da Universidade Federal do Paraná (UFPR) soltou oito pinguins de volta ao mar que haviam sido resgatados e que estavam sob tratamento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As aves se despediram na última segunda-feira (16) em clima de festa em Pontal do Paraná (PR), com direito a uma emocionada plateia.

Segundo a UFPR, a temporada de 2019 – maio a outubro – recebeu 14 pinguins que precisavam de tratamento. Infelizmente, deste total, seis morreram devido a doenças e baixa imunidade. Os oito sobreviventes foram cuidados e alimentados pela equipe do Laboratório de Ecologia e Conservação até ‘receberem alta’.

Pinguins-de-Magalhães

Os oito pinguins pertencem à espécie pinguim-de-Magalhães, também conhecidos como naufragados e patos-marinhos, que migram da Patagônia e Ilhas Malvinas até o litoral brasileiro em busca de alimento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A migração é bastante dura e cansativa, afinal, eles percorrem milhares e milhares de quilômetros até a terra firme mais próxima. As ações e atividades humanas crescentes contribuem diretamente para o aumento da debilitação e mortalidade desses animais.

Leia também:

Através do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), a equipe do Laboratório de Ecologia e Conservação da UFPR atende e reabilita aves, mamíferos e tartarugas marinhas.

Ao resgatar pinguins-de-Magalhães debilitados, a ação realiza o tratamento necessário, exames laboratoriais, fisioterapia, além de cuidarem de fatores como enriquecimento ambiental e prevenção de possíveis patologias desenvolvidas em cativeiro, sempre visando a melhor e mais rápida recuperação dos animais.

Quanto mais rápida a recuperação dos animais, menor o estresse e mais rápido será a reintegração no ambiente natural.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Ver essa foto no Instagram

 

O vídeo mais fofo que você verá hoje ❤ Pinguins resgatados e tratados pelo Laboratório de Ecologia e Conservação da UFPR, @lecufpr, sendo devolvidos para o mar 🐧🐧🐧🐧🐧

Uma publicação compartilhada por Universidade Federal do Paraná (@ufpr_oficial) em

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Bem Paraná/Fotos: Reprodução/UFPR

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,640,029SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com vaquinha, mulher que teve mãos decepadas pelo ex-marido ganha próteses

No final do ano passado, batemos a meta da vaquinha para a compra das próteses da Geziane. Ela está conseguindo fazer atividades do dia a dia que tanto sonhava.

[VÍDEO] Mesmo com buscas encerradas, família não desiste e encontra piloto vivo após 36 dias

O amor de irmão é um dos sentimentos mais fortes e, desta vez, foi responsável por encontrar um piloto de avião desaparecido há 36...

Executivo negro sofre racismo em aeroporto e tem a melhor reação possível

Esse é o tipo de notícia da qual a gente fica triste em dar. Não consigo entender como em 2017 ainda existam pessoas racistas,...

Metaleiros realizam evento para arrecadar brinquedos para crianças de creche

Os metaleiros irão proporcionar um Natal com muitos brinquedos para crianças de uma creche.

Ginasta de 46 anos que adiou aposentadoria para ajudar o filho com leucemia chega à sua 8ª Olimpíada

Ginastas, técnicos, árbitros, profissionais da limpeza e jornalistas ovacionaram, pela última vez, Oksana Chusovitina. Aos 46 anos, ela disputou as Olimpíadas pela 8ª vez,...

Instagram