Pitbull de rinha vira ‘babá’ de bebê, agradando-a sempre que ela chora

Quando os criadores falam que o problema não está na raça, mas na criação, aqui está a prova. Um cão da raça pitbull, que foi criado para rinhas de briga, foi resgatado, adotado por uma nova família e agora é quase que babá de bebê da casa!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Remus tem dez anos de idade e já está na família de Liz Taft há seis. Seu ex-dono foi preso e ele foi para um abrigo, mas era difícil adotá-lo por conta de sua agressividade. “Ele foi adotado duas vezes e voltou duas vezes para aquele abrigo antes de nós o pegarmos”, disse Liz.

Demorou para o velho Remus dar espaço a um novo cachorro, doce e amoroso. Taft ajudou Remus com seu medo, ansiedade de separação, agressividade e reatividade na presença de outros cães, mas ele superou tudo isso e hoje está longe de ser aquele cão feroz.

Mulher beijando pitbull
Taft reeducou Remus. Foto: arquivo pessoal

Quando Liz engravidou, teve receio da reação de Remus com a sua filhinha, já que ele nunca tinha tido contato com crianças. Mal sabia ela que seus dois filhos, o de quatro patas e a bebê, se tornariam melhores amigos!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Fomos super cautelosos no início, porque ele é muito grande. Então ele a encontrou através do portão e apenas a lambeu, e estava surpreendentemente calmo. Ele soube imediatamente que precisava ter cuidado com ela“, contou. Que demais 🥰

Pitbull com bebê dormindo
Remus virou babá da bebê. Foto: arquivo pessoal

Dali em diante, foi muito amor envolvido. Remus passou a cuidar mesmo da menina e, sempre que ela chora, ele tenta fazer algo para acalmá-la, geralmente chamando a atenção de Taft para o choro da criança.

Agora, o pet aprendeu que toda vez que a mãe coloca a filha para mamar, ela se acalma. Então, o que ele faz? Ao ouvir seu choro, corre para pegar o travesseirinho de amamentação da pequena.

“Cada vez que ela chora, pegamos o travesseiro e eu a amamento e ela para de chorar. Ele parece ter associado aquele travesseiro com o fato de ela não estar mais chorando. Aí ele se deita aos meus pés enquanto amamento e lambe sua nuca quando ela chora“, contou Taft.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Pitbull segurando travesseiro com a boca
Remus corre para buscar o travesseiro no primeiro andar. Foto: arquivo pessoal

As atitudes do dog inspiraram a dona, que se tornou especialista certificada em comportamento canino, abrindo seu próprio negócio de treinamento de cães. Quem diria que um cachorro de rinha viraria babá! É isso o que o carinho e o afeto fazem. “Ele é o irmão mais velho perfeito para nossa filha“, finalizou Taft.

Fonte: The Dodo

Você se lembra daquele pitbull fofo resgatado de rinha
e que não parava de sorrir?!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

[VÍDEO] Bombeiro resgata homem com deficiência de alagamento em SP: ‘Tenho a melhor profissão do mundo’

O bombeiro Deivide Teixeira Carlos, do Corpo de Bombeiros do interior de São Paulo, não somente ama o que faz, como tem certeza que...

Homem adota gatinho abandonado que buscou refúgio debaixo do seu carro

Um relato compartilhado online sobre a adoção de um gatinho encontrado por acaso tem feito o maior sucesso nas redes sociais. Sob anonimato, um homem...

Cão herói! Bull terrier acorda dono durante incêndio nos EUA para salvar sua vida

Ok, já sabemos que o cachorro é o melhor amigo do homem. Mas neste caso o bull terrier Rocky levou essa máxima a um...

Fisiculturista salva filhote após fazer massagem cardíaca e respiração boca a boca

O nascimento de um filhote de pitbull emocionou os cerca de cem mil seguidores do fisiculturista Marcinho Belota, no Instagram. Mesmo sem ter conhecimento técnico...

Instagram

Pitbull de rinha vira 'babá' de bebê, agradando-a sempre que ela chora 2