Engenheiro florestal ganha prêmio e destina valor para o plantio de 1 milhão de árvores na Mata Atlântica

Graças ao engenheiro florestal Laury Cullen Junior, mais de 1 milhão de árvores serão plantadas na Mata Atlântica do Oeste Paulista, em uma área que se estende por 500 hectares. Segundo o Instituto de Pesquisas Ecológicas, que atua há mais de 28 anos pela conservação da biodiversidade, em 2 anos o total de árvores nativas plantadas na região vai ultrapassar 4 milhões.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Laury-Cullen-Jr 1
Foto: divulgação

Laury vem dedicando sua profissão para restaurar uma das áreas mais degradadas da Mata Atlântica do Brasil, o Pontal do Paranapanema, em São Paulo. Ganhador do Prêmio Whitley Continuation Funding 2020, considerado o Oscar da Conservação da Biodiversidade, o dinheiro que ele ganhará com o prêmio será destinado ao plantio.

O prêmio costuma ser destinado a conservacionistas do mundo todo pela inglesa Whitley Fund for Nature (WFN), e este ano foi dividido entre 13 pessoas. Apelidado de Corredores para a Vida, o projeto de Laury será um passo importante rumo à conservação da Mata Atlântica, um dos biomas mais importantes do Brasil.

“Este é mais um grande passo importante na missão de reconectar a floresta do Pontal do Paranapanema. Temos trabalhado nisso ao longo de mais de 25 anos e, com certeza, daremos um grande salto graças ao fundo do Whitley. É um prêmio para nós, mas acima de tudo, para a Mata Atlântica”, comemorou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Coordenador da iniciativa, seu projeto tem o objetivo de reconectar as florestas fragmentadas na região por meio de corredores verdes. Segundo ele, estes corredores são essenciais para a conservação de espécies raras e endêmicas, como o mico-leão-preto, por exemplo.

plantio arvores mata atlantica 1
Foto: Unsplash

No entanto, não são apenas os animais que saem ganhando. São muitos os benefícios deste plantio, como a compensação de 43.000 toneladas de carbono e a oportunidades de trabalho em restauração para comunidades locais. “A restauração no Oeste Paulista é o caminho mais interessante para o desenvolvimento e a economia local. O déficit florestal na região é de quase 60 mil de hectares. Nossa meta é restaurar 5 mil hectares em cinco anos”, explica o engenheiro.

plantio arvores mata atlantica 2
Foto: Unsplash

Fruto de uma parceria entre os setores governamental, privado e não governamental, os corredores de Mata Atlântica é uma estratégia eficaz contra o desmatamento e a favor das espécies. A sustentabilidade não é um caminho, mas sim a única saída!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Fonte: Ciclo Vivo

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,289,873SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Escritor carioca vence principal prêmio literário do país e cria rede de leitura na comunidade em que cresceu

Era um dia de 1992 quando um garoto voltada da igreja com a sua mãe e irmã. No caminho ele viu uma caixa repleta...

Alunos desenvolvem tratamento para queimadura com folha de goiabeira em Cascavel (CE)

Feito a partir da folha da goiabeira (Psidium guajava), os estudantes do terceiro ano desenvolveram um filme biodegradável para lesões cutâneas e queimaduras.

Depois de apelo da mãe, ladrões devolvem bike a menino no aniversário da morte do pai

Este é um tema muito delicado, que já abordamos algumas vezes aqui no Razões, trata-se do arrependimento de pessoas que, por algum motivo, roubaram...

Academia inaugurada nos EUA gera energia limpa com exercícios dos alunos

Inaugurada este ano no tradicional bairro Rochester, em Nova York, EUA, a Eco Gym é uma academia e ginásio ecológico onde as pessoas podem gastar...

Instagram

Engenheiro florestal ganha prêmio e destina valor para o plantio de 1 milhão de árvores na Mata Atlântica 1