Array

Plataforma permite que desconhecidos convertam compras em doações para ajudar trabalhadores informais

Em tempos de crise do coronavírus, nos perguntamos como os trabalhadores autônomos e informais estão vivendo. 😔 Buscando prestar auxílio a esse grupo, nós do Razões criamos com carinho uma plataforma muito especial!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Conheçam o Mercado Solidário da Voaa. Nele, estamos cadastrando autônomos que precisam de ajuda.

Sabemos que muitos trabalham como vendedores ambulantes, com encomendas, entre outros, visto que o movimento nas ruas e a procura caíram radicalmente após o isolamento social recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Pensando nisso, no Mercado Solidário você poderá “comprar” um produto ou serviço desse trabalhador sabendo que, na verdade, essa compra será convertida numa doação para essa pessoa. Demais, não é mesmo?!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A intenção não é comprar para consumir, mas para ajudar

Vocês já acompanharam histórias super legais de pessoas que compraram um produto ou serviço com a intenção de ajudar e não de consumir?! (Como da imagem abaixo) Então, é exatamente essa a proposta do Mercado Solidário.

conversa de app de entrega de comida
Foto: Reprodução/ Linkedin Douglas Gomides

Você escolhe um trabalhador clicando aqui e faz a sua compra sabendo que ela será na verdade uma doação. Legal, não é mesmo?

A “compra” pode ser feita por meio de boleto bancário ou cartão de crédito. E garantirá a esse trabalhador uma renda no final do mês. 🙏🙏

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quem são esses trabalhadores informais?!

Infelizmente, nesse difícil cenário não conseguimos ajudar todos, mas selecionamos com carinho pessoas que já passaram pelo Razões e até mesmo trabalhadores que chamaram atenção pela situação que estão vivendo.

Conheça abaixo essas histórias e contribua!

Todos são especiais e precisam de ajuda. Conheça-os:

1- Jonas está com kombi parada e sem trabalhar devido ao coronavírus.

trabalhador autôno Jonas da Kombi
Foto: Arquivo Pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

2- A confeiteira Cida está sem encomendas, essa é a sua única fonte de renda.

confeiteira autônoma Cida Guilherme
Foto: Arquivo Pessoal

3- Família boliviana está sem costuras e sem renda.

família boliviana trabalho informal costuras
Foto: Arquivo Pessoal

4- O vendedor de frutas Diego Saldanha está parado, já que não pode ir na rua trabalhar.

vendedor de frutas Diego Saldanha
Foto: Arquivo Pessoal

5- Leonardo parou de fazer delivery dos seus salgados para proteger o filho que tem doença grave.

pai trabalhador autônomo com filho com doença sem cura
Foto: Arquivo Pessoal

6- Débora é mãe de quatro filhos que está sem vender suas trufas.

vendedora de trufas débora
Foto: Arquivo Pessoal

7- Geise teve todas as encomendas de ovos de Páscoa canceladas.

confeiteira Geise que teve ovos de Páscoa cancelados
Foto: Arquivo Pessoal

8- A cabeleireira da Edileuza que está sem cliente desde a quarentena.

cabeleireira autônoma Edileuza
Foto: Arquivo Pessoal

Vamos apoiar esses trabalhadores? Clique aqui e acesse o Mercado Solidário.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,850,818SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Alunos fazem vaquinha para montar bicicletários nas redodenzas da escola em SP

Os alunos da Escola Santi, no bairro do Paraíso, em São Paulo, queriam melhorar a mobilidade urbana e promover a cultura da bicicleta. Para isso, eles...

Katy Perry chama família de Marielle Franco no palco e pede um minuto de silêncio

A cantora Katy Perry tem deixado sua marca no Brasil mostrando muita empatia e respeito pelo momento que estamos vivendo em relação ao assassinato...

Bumba Meu Boi do MA vira Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade

O Complexo Cultural do Bumba Meu Boi é o sexto bem brasileiro a integrar a lista internacional.

O serviço de quarto deste hotel oferece aos hóspedes o aconchego de um cãozinho

Não tem hóspede do hotel resista ao aconchego desse cãozinho pra lá de simpático – e charmoso!

Menina de 11 anos escreve livros à mão para dar casa nova à família

"Ela é tudo na minha vida. Ela é o amor em forma de gente. Tem um coração de ouro", diz a mãe de Rita, emocionada.

Instagram