Polícia turca tenta expulsar pessoas na parada LGBT com jatos de água e criam arco-íris acidentalmente

Um método de dispersão da multidão se transformou em um símbolo inconsciente de desafio e resistência, na Praça Taksim, na Turquia, onde a parada anual do orgulho LGBT estava sendo realizada.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A polícia turca usou caminhões com canhões de água e balas de borracha onde estavam as pessoas reunidas no centro de Istambul, apesar do desfile ter ocorrido pacificamente no ano passado.

[A Ana Paula é uma mulher trans e foi acolhida pela dona de um salão de beleza, após ter sido vista comendo comida do lixo. Tatiana criou uma vaquinha online para ajudar a moradora de rua a recomeçar sua vida do zero, saiba como ajudar aqui.]

Os participantes foram feridos pelos canhões, de acordo com o site Hurriyet, embora no momento da dispersão um espectador tirou uma foto que supostamente mostrou um dos jatos criando um arco-íris na luz solar.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

via

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Médico brasileiro renomado celebra cura de pacientes com palhaçadas

No Dia do Médico, a história de um doutor que se envolve emocionalmente com todos os pacientes.

Universitários do Pará desenvolvem app que ajuda cegos a saberem que ônibus pegar

Pegar um ônibus pode até parecer uma tarefa simples do cotidiano, mas para quem é deficiente visual, não! Pensando nisso, alguns alunos que estudam...

Idosa tatua apelido fofo dela e do marido para diminuir a saudade

A Dona Ivete e o Seu Roberto foram casados por 60 anos.

De menina órfã da periferia à executiva de sucesso: a história inspiradora de Giuliana Candido

Giuliana Candido olhou para as dificuldades da vida e falou: sim, eu posso! A mãe de Giuliana morreu nova, aos 23 anos. Depois disso, ela...

Mulher doa R$ 55 mil para professores comprarem material escolar

Uma mulher desconhecida doou 55 mil reais para professores de uma cidade americana comprarem material escolar.

Instagram

Polícia turca tenta expulsar pessoas na parada LGBT com jatos de água e criam arco-íris acidentalmente 2