Policiais fazem festinha de aniversário para menina pobre de Santos (SP) encontrada na rua chorando

Falar que todo policial militar no Brasil é incapaz de demonstrações de carinho é uma grande injustiça. O que dizer dos três policiais que se comoveram com uma menina chorando na rua, em Santos, no Morro São Bento, enquanto fazia uma ronda, porque era o seu aniversário e ela não tinha ganhado festa e nem presente?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Eles perguntaram à menina Stephany, de 8 anos, o motivo do choro e foram com ela até a casa dos seus pais pedir autorização para dar a ela um presente de aniversário e comprar refrigerantes e ingredientes para fazer o bolo e os doces de sua festinha, além de uma boneca para presentear a menina.

Mas, o sargento Reginaldo Melo, o cabo Odilon Souza e o soldado Rafael Rodrigues dos Santos não puderam ficar para a comemoração, por causa do serviço.

“Ele falou para minha mãe se podia comprar os negócios para fazer minha festa. Aí minha irmã foi junto e eles compraram. Eu fiquei feliz porque ele comprou o negócio, depois ele comprou uma boneca. Aí ‘veio’ meus amigos, a minha mãe fez um bolo e um brigadeiro, que a minha irmã não sabe fazer, ela fez grandão. Aí, sobrou ainda ‘refri’. Eu fiquei muito feliz, comecei a abraçar ele e não consegui mais soltar”, contou emocionada a menina.

Stephany mora com os pais, cinco irmãos, o cunhado e três sobrinhos numa casa alugada. A renda familiar é pequena, pois o pai é aposentado e a mãe não pode trabalhar fora porque cuida de um filho com necessidades especiais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Screen Shot 2015-11-18 at 10.14.45 AM Screen Shot 2015-11-18 at 10.15.09 AM Screen Shot 2015-11-18 at 10.15.12 AM Screen Shot 2015-11-18 at 10.17.27 AM Screen Shot 2015-11-18 at 10.17.37 AM

via [Jornal Nacional]

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,241,492SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Foi inaugurado o primeiro abrigo para LGBTs moradores de rua em SP

Foi inaugurado na quinta-feira (09/10), o Centro de Acolhida Zaki Narchi, que é o primeiro de São Paulo com espaço exclusivo para os sem-teto LGBT. São...

Primeiro formando negro e trans da Unb, Marcelo Caetano faz discurso emocionante

As universidades públicas ainda são espaços privilegiados de uma parcela da sociedade, embora o ingresso de pessoas vindas das camadas mais pobres e excluídas...

Amigos de pais de bebê com paralisia cerebral ajudam no revezamento de colo

Os pais da pequena Olívia, de apenas 3 anos, diagnosticada com paralisia cerebral, o que a faz sofrer de irritabilidade e chorar praticamente o...

Projeto transforma o #tbt em hashtag oficial da luta contra o Alzheimer

Projeto ‘Tbt Alzheimer’ quer dar mais visibilidade ao Alzheimer com as hashtags #tbt e #alzheimer associadas.

‘Minha mãe nunca desistiu de mim’: o amor fez com Robson largasse o crack

A vida pro Robson nunca foi fácil, mas tudo piorou quando ele aceitou dar um "pega numa paradinha" de crack aos 28 anos. Por dois...

Instagram