Policiais que ajudaram homem preso elogiam cuidado dele com o filho

Um dia depois de agentes e delegados fazerem uma vaquinha para ajudar um homem preso por furtar um pedaço de carne, o clima era de comoção e de dever cumprido na unidade policial. Os investigadores faziam questão de falar que Mário Ferreira Lima cometeu um crime na tarde desta quarta-feira (13/5), mas também relataram a emoção ao verem que o homem, desempregado e pai de um jovem de 12 anos, agiu para não ver o filho passar fome. Mário não tem mulher, emprego nem condições de comprar comida. Ele sustenta o menino com o benefício do Bolsa Família, mas o dinheiro não foi depositado este mês.  

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja também: Policiais se comovem com homem que tentou furtar comida, pagam fiança e fazem compras para ele

O agente Ricardo Machado de Almeida, 35 anos, trabalha em uma das seções da 20ª DP. A ocorrência de furto, corriqueira em todas as unidades policiais do DF, chamou a atenção depois que ele ouviu que os colegas chamariam o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para socorrer o desempregado, que passava muito mal. Ao sair da sala, Ricardo se deparou com Mário pedindo para não ficar preso, pois o filho só tinha ele.

A história comoveu Ricardo, que deu R$ 30 para o homem pagar pela carne. O policial voltou para a sala e contou a história aos colegas. Em uma vaquinha, conseguiram mais R$ 80 para ajudá-lo. Apesar de se emocionarem com a história, os policiais tinham ciência de que Mário havia cometido um crime. Assim, com vontade de ajudar, os agentes decidiram ir até a casa do homem, no Jardim Ingá, bairro de Luziânia (GO), no Entorno do DF. 

“Nos colocamos no lugar dele”

O agente Ricardo conta que, ao chegarem no imóvel, se depararam com o filho do preso. E menino estava bem cuidado, alimentado e bem-vestido, diferentemente do pai, um homem magro, com aparência de sofrimento e sem conseguir emprego. “Não podemos deixar de falar do crime. A polícia agiu como deveria agir. Mas todos temos filhos, família. Nos colocamos no lugar dele. Poderia ser com um filho nosso”, ressalta Ricardo. Depois de visitarem a casa de Mário, os agentes da 20ª DP descobriram que a situação era ainda pior. Não havia gás, comida ou qualquer mantimento para os dois na residência.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia a matéria completa no site Correio Braziliense

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,785FãsCurtir
1,922,545SeguidoresSeguir
9,396SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Após ver família comendo restos do lixo, homem abre restaurante para servir pessoas carentes

O dono de um restaurante em Vila Velha (ES) abriu seu estabelecimento para atender gratuitamente pessoas em situação de rua durante a pandemia de...

Angelina Jolie doa R$ 5 milhões para manter merenda de alunos durante quarentena

A atriz Angelina Jolie, 44 anos, doou US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões) para manter a distribuição de merendas escolares para crianças de baixa...

Idosa de 87 anos confecciona máscaras de proteção para distribuir gratuitamente no MA

Sem conseguir encontrar máscaras de proteção, a professora, bióloga e engenheira civil Renatha Costa uniu forças com sua avó, dona Bernarda, 87 anos, para...

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

Instagram