Esta policial não só combate o crime como resgata dezenas de gatinhos abandonados

O que dizer de uma policial que não trabalha apenas para combater o crime e salvar as pessoas, mas também para salvar os gatos? Gretchen Byrne vive em Boca Raton, na Flórida e durante suas patrulhas ela resgata os gatinhos abandonados na rua e ajuda a encontrar um novo lar para essas fofuras.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela já faz isso há 2 anos e tem até um Instagram, que ela usa para ajudar a divulgar as fotos dos bebês até que sejam encontradas pessoas dispostas a adotar e a dar muito amor e carinho.

Gretchen diz que possui 3 pausas no trabalho ao longo do dia: uma maior de 40 minutos e outras duas menores de 10 minutos cada e ela diz que em todas ela corre para poder alimentá-los e ver se eles precisam de alguma coisa. Todos os custos com os cuidados dos gatinhos saem do seu bolso, mas ela não liga. Ela afirma que não tem filhos e que provavelmente ela gasta menos dinheiro com os gatos do que com crianças. Mas a questão não é financeira, mas sim essa linda atitude que ela tem, sem esperar nada em troca. Parabéns, Gretchen! O mundo precisa de mais pessoas como você!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações de Portal do Animal

Fotos: reprodução Instagram

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,415,745SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pesquisadoras brasileiras vencem o maior prêmio de conservação ambiental do mundo

Duas renomadas cientistas brasileiras receberam recentemente o maior prêmio da conservação ambiental do planeta, o Whitley Awards, conhecido como o 'Oscar Verde'. Patrícia Médici e...

Garoto de 11 anos dá exemplo ao escrever carta para o primeiro-ministro australiano após vetar Casamento Gay

A carta já começa desta forma: “Meu nome é Orlando Burcham, tenho 11 anos e eu gostaria de saber por que você não permitiu...

Artista que vivia nas ruas monta ateliê improvisado em abrigo

Jeferson, que mora no abrigo municipal há seis meses, tem o sonho de expor sua arte e conseguir se bancar com a venda dos quadros.

Estudantes de São Paulo vivenciam a realidade de deficientes visuais

Até o final de julho, estudantes da rede pública de ensino participarão de atividades que simulam a realidade vivida por deficientes visuais.

Menino recria cena icônica de Toy Story para marcar seu primeiro dia de escola

Vinny Donnelly tem apenas 4 anos e é apaixonado pelo filme Toy Story. No seu primeiro dia de aula, ele teve a ideia incrível...

Instagram