Policial negro ajuda homem racista que passa mal no calor nos EUA

Sem contexto, a foto parece cotidiana: um policial ajudando um homem que passou mal sob o sol, ou seja, cumprindo seu dever. Os detalhes da situação, porém, fizeram a imagem viralizar na internet, pois o agente da lei, chamado Leroy Smith, é negro, e o cidadão que está sendo ajudado, que não foi identificado, veste uma camiseta de um movimento nazista, com uma suástica. Ou seja, o policial passou por cima do ódio que esse homem prega, e o ajudou, mostrando uma superioridade de caráter digna de aplausos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A cena foi fotografada por um funcionário do governo da Carolina do Sul neste sábado (18) durante manifestações a favor e contra a retirada da bandeira confederada diante do capitólio estadual em Columbia.

Participaram dos atos um grupo de negros da Flórida e membros da Ku Klux Klan da Carolina do Norte. Cerca de 2 mil pessoas estiveram no local. Houve confronto entre manifestantes – 5 pessoas foram detidas e 23 precisaram de atendimento médico. O calor passou dos 36ºC.

racist

Foto: Rob Godfrey via AP / Com informações do G1.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,265,903SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Chef prepara esfirra sem recheio em forma de coração para menina autista

Era apenas mais um dia de trabalho para Gabriel Pires, chef de cozinha de uma filial do Habib's em Recreio dos Bandeirantes, no Rio...

Como ajudar moradores do ES e BH que perderam suas casas após fortes chuvas

Ainda há previsão de chuvas intensas nesses estados para essa semana. Uma rede de solidariedade tem sido formada entre os moradores.

Paciente terminal recebe 1º transplante de coração de porco da história: ‘Minha última esperança’

Três dias após ser submetido a um procedimento experimental revolucionário, o norte-americano David Bennett, 57 anos, está com o quadro de saúde mais estável...

Vovó confunde música da Alexa com “chamado para o além” e acha que vai morrer

Uma thread no Twitter tem divertido muita gente essa semana. E o motivo é o um post da jornalista Giulia Staar Ghinone, que contou...

Mulher vai em canil para salvar cão de ser sacrificado e acaba adotando ele e outros 2

“Perguntei qual era o limite de cachorros que eu poderia adotar”, disse Shelly. “Eles disseram que não havia um limite. Então eu decidi pegar os três.”

Instagram