Policial demitida por chefe homofóbico vence eleições contra ele com 70% dos votos

No início deste ano, a policial Charmaine McGuffey decidiu processar o xerife do condado de Hamilton, Jim Neil, acusando-o de misoginia e homofobia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O atual xerife e eu entramos em um desacordo bastante sério sobre a prática de ele não responsabilizar os policiais pelo uso da força e do assédio a mulheres policiais e detentas”, disse Charmaine ao site LGBTQ Nation.

“Então ele me demitiu. Então, depois de mais ou menos um ano de reflexão, decidi que posso fazer um trabalho melhor do que ele”.

policial demitida chefe homofóbico vence eleições
A policial Charmaine McGuffey. Foto: Reprodução / Pink News

Amor em Forma de Alimento: ajude as famílias carentes da Paraíba clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Meses depois, a policial se candidatou ao cargo de xerife e obteve uma vitória esmagadora nas primárias do seu partido (Democrata), vencendo Jim Neil com cerca de 70% dos votos.

“Fiquei um pouco surpresa. Eu sabia que venceríamos por uma certa margem. Mas eu não sabia que seria tão grande”, disse McGuffey ao portal Local12.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

A política demasiadamente conservadora e pouco sensível de Neil frustrou seu eleitorado, motivando a vitória acachapante de Charmaine nas primárias.

Agora, a policial deve enfrentar o republicano Bruce Hoffbauer, um tenente da polícia de Cincinnati, nas eleições de novembro nos EUA. Se ela o vencer, se tornará a primeira xerife LGBT+ em seu estado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Charmaine já fez história ao se tornar a primeira mulher lésbica indicada direta ou indiretamente ao cargo de xerife em Hamilton County em 201 anos.

“Eu fui lésbica a vida toda”, ela conta, “e o que aprendi aos 11 anos foi o seguinte: se você não enfrentar agressores, eles matam e fazem com que você falhe. Muitas coisas negativas acontecem com você”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Precisamos enfrentá-los, mas quando você os defende, há consequências. Não é fácil, por isso é o que fiz durante toda a minha vida e tenho pessoas tremendamente ótimas ao meu redor que me ajudaram nesses tempos difíceis”, afirma.

O Razões tem seu próprio podcast para espalhar boas notícias, ouça os episódios na sua plataforma favorita clicando aqui.

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: Põe na Roda

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,855,310SeguidoresSeguir
25,013SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Os últimos minutos de um homem com seu melhor amigo

Cães, de acordo com o velho provérbio, refletem as melhores partes de nós mesmos. Estes muito bem filmados seis minutos de documentário, o "Última Hora...

App “Bom Samaritano” alerta usuários próximos de emergências e salva dezenas de pessoas

Um engenhoso e inovador aplicativo está recrutando milhares de "bons samaritanos" como voluntários para potenciais emergências médicas. Se uma ambulância for acionada para alguém que...

Cachorro pula em piscina e salva amigo de afogamento

“Remus tem um coração de ouro. Meu herói.”

Policial ‘adota’ veterano de guerra com demência

Uma história que transborda empatia.

Mulher ajuda homem cego a pegar um taxi e viraliza na internet

Casey Spelman, de Indianápolis, nos Estados Unidos, estava visitando amigos em Chicago e descobriu que um homem cego não estava conseguindo pegar um táxi. Sem...

Instagram

Policial demitida por chefe homofóbico vence eleições contra ele com 70% dos votos 1