Mulheres criam ‘polvinhos de crochê’ e doam a bebês prematuros internados em hospital de Alagoas

Um grupo de mulheres “crocheteiras” de Arapiraca, município de 230 mil habitantes a pouco mais de cem quilômetros de Maceió (AL), se uniu para confeccionar ‘polvinhos’ de algodão a recém-nascidos que estão internados no Hospital Regional Nossa Senhora do Bom Conselho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O local recebe dezenas de bebês que nasceram prematuros ou que foram diagnosticados com doenças graves do agreste alagoano.

Há cerca de quatro anos, a iniciativa existe e se tornou um xodó do hospital. Até aqui, o grupo “Crocheteiras e Companhia” já produziu e doou pelo menos 1.600 polvinhos para os recém-nascidos!

mulheres criam polvinhos crochê bebês prematuros

A inspiração para o projeto foi da enfermeira e doula Lusandra Maria Gomes Almeida, que decidiu replicar uma iniciativa dinamarquesa que ela conheceu na internet.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu estava fazendo um voluntariado de consultoria de amamentação. Vendo páginas de internet, vi que existia esses polvinhos do amor, um brinquedo que o bebê se apega desde pequeno e traz benefícios terapêuticos quando usados em uma UTI neonatal. Não existe uma base científica, mas na realidade, foram vistos benefícios em 17 países desse método. Eu me interessei”, lembra ela, que é crocheteira.

Encantada, Lusandra convocou suas amigas no Dia do Artesão (19 de março) para conversar. “Pedimos para que elas se envolvessem nesse projeto, e muitas toparam. Levei a ideia para o hospital — onde já atuava—, e a equipe se encantou e topou. Ali eu já vi possibilidade da implantação e começamos a produzir”, explica.

mulheres criam polvinhos crochê bebês prematuros

Benefícios aos bebês

Desde o começo, a entrega dos polvinhos é considerado de grande importância. As pelúcias são dadas àqueles bebês que nascem antes das 37 semanas de gestação.

Para a fisioterapeuta Natascha Cibele Barbosa, que está à frente do projeto na unidade, os polvinhos auxiliam no desenvolvimento dos bebês que nascem prematuros.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os polvinhos com seus tentáculos simulam para o bebê o cordão umbilical; e a textura do crochê se assemelha a textura da parede uterina. Com isso, eles se sentem mais acolhidos e calmos, reduzindo frequência cardíaca e respiratória, e acelerando o processo de maturação e a saída mais rápida do bebê do suporte de oxigênio”, afirmou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Natascha explica ainda que, em regra, a equipe coloca o polvinho fazendo em contato direto com a pele do bebê. “Em muitos casos é perceptível um semblante mais sereno e mais calmo do bebê”, concluiu.

Veja também:

Fonte: ECOA
Fotos: Reprodução / Instagram: @crocheteirasecia

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Mulheres criam 'polvinhos de crochê' e doam a bebês prematuros internados em hospital de Alagoas 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,971,659SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Garoto de 11 anos dá exemplo ao escrever carta para o primeiro-ministro australiano após vetar Casamento Gay

A carta já começa desta forma: “Meu nome é Orlando Burcham, tenho 11 anos e eu gostaria de saber por que você não permitiu...

Mãe gata enfrenta chamas cinco vezes pra salvar filhotes de incêndio

Uma corajosa gata chamada Scarlett vivia com seus cinco filhotes numa garagem abandonada no Brooklyn, Nova York, frequentada por viciados em crack, quando um incêndio começou por causas desconhecidas....

Cadelinha leva seu melhor brinquedo para sua mãe quando ela fica doente

Dobby era apenas um filhote quando se juntou a sua nova família. Todos a receberam com alegria e logo se apaixonaram por ela. Mas,...

Idosa agradece atendimento carinhoso de médica lhe presenteando com algo especial

A ginecologista e obstetra Bruna Roberta compartilhou recentemente um relato tocante que teve na clínica médica onde trabalha, dias antes de se mudar para...

Este homem dedica sua vida a cuidar de animais idosos e doentes considerados “inadotáveis”

Toda iniciativa para ajudar os animais idosos a serem adotados, é válida! Pois os bichos dificilmente são adotados, o mesmo caso acontece com os...

Instagram

Mulheres criam 'polvinhos de crochê' e doam a bebês prematuros internados em hospital de Alagoas 3