Em vídeo, mergulhador convence bebê polvo a trocar copo plástico por conchinha

Um vídeo publicado no início do ano, mas que só se tornou viral nesta semana, mostra uma equipe de mergulhadores tentando ‘convencer’ um bebê polvo a mudar de ‘residência’. O bichinho estava morando em um copo plástico sujo, ao invés de uma concha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Não é estranho em ver polvos fazendo casas com lixo. Eles são animais inteligentes e usam seu ambiente em proveito próprio, e o lixo é uma parte permanente de seu ambiente agora. No entanto, o polvo com seus tentáculos macios não sabia que este copo praticamente não oferece proteção e, em um ambiente competitivo como o oceano, esse copo era uma sentença de morte garantida”, explicou o mergulhador Pall Sigurdsson, que está em uma expedição em Lembeh, na Indonésia.

Pall disse em entrevista ao Bored Panda que persuadiu o polvo por um bom tempo, até convencê-lo de que a casinha de concha era melhor. Convencer o bebê foi tão difícil que Sigurdsson e seus colegas quase ficaram sem oxigênio.

Mas, no final das contas, tudo terminou bem para o bebê polvo:

Leia também:

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Metro Jornal/Fotos: Reprodução/YouTube

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,692FãsCurtir
1,763,401SeguidoresSeguir
8,636SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram