Pomba acompanha jovem que a resgatou em viagem pela Espanha

O jovem Johann viajou pela Espanha com uma pomba que ele resgatou quando ela era filhote. A viagem durou cerca de 1 mês e meio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Johann batizou sua amiga de Gaïa e vai se lembrar com saudade da viagem que eles fizeram juntos, saindo de Barcelona, na Catalunha, até a cidade de Tarifa, na província de Cádiz, de acordo com informações do site The Dodo.

A pomba tinha dois dias de vida quando Johann a ‘adotou’. “Um vizinho me disse que estava com um bebê [pássaro] que tinha sido abandonado. Eu aceitei acolhê-la sem saber realmente aonde estava me metendo.”

A pomba era tão pequena e frágil que Johann não sabia se ela iria sobreviver. O jovem cuidou dela como se fosse seu filho.

“Nas primeiras semanas, eu sempre a segurava na palma da mão, porque fazia frio. Ela não tinha penas. No começou eu a alimentava pela boca. Era engraçado porque parecia que ela estava me dando beijos. Foi a primeira vez que fui verdadeiramente responsável por outro ser. Desde quando era bebê até quando ela cresceu. Meio que me senti um pai orgulhoso. Estando presente em todas as etapas de sua vida e a protegendo.”

Johann prometeu que deixaria Gaïa ir embora quando ela quisesse. “Quando ela voou pela primeira vez, foi uma loucura. Pensei: ‘Uau’. Fiquei tão orgulhoso, mas ao mesmo tempo apreensivo. Imaginei: ‘Ela está indo embora’.”

Porém, não era o momento da pomba se despedir do seu grande amigo. Ela deu uma volta no céu e retornou para Johann. Foi então que ele percebeu que Gaïa seria a companheira ideal para sua trip pela Espanha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O jovem montou um carrinho feito de materiais recicláveis que abrigava uma espécie de um ninho, ou tenda, que protegia Gaïa do sol, já que a dupla pegou a estrada no verão europeu.

“Procurava mantê-la por perto e saber mais ou menos onde ela estava porque, às vezes, ela voava para explorar um lugar ou outro.”

Gaïa era ser super sociável com as pessoas e outros animais nas paradas que eles faziam. Johann contou que nunca tinha visto um pássaro agir como Gaïa.

Alguns meses depois da viagem, Gaïa decidiu que era hora de viver sua própria aventura. Johann achou que ela voltaria dali um tempo, mas a pomba nunca mais voltou.

“O que eu gosto de pensar é que ela foi criar sua família. Que ela encontrou um pombo e que hoje eles têm filhotes. Então, eu só consigo vê-la perto do rio em seu ninho com os bebês dela.”

Apesar de longe um do outro, Johann jamais vai esquecer das venturas que viveu com sua amiga. “Ela fazia parte da família. Foi ótimo perceber que é possível humanos e pássaros ficarem juntos. Então, foi bastante intenso.”

Assista ao vídeo:

crédito das imagens: YouTube/The Dodo

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,750FãsCurtir
1,764,109SeguidoresSeguir
8,643SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram