Pomba acompanha jovem que a resgatou em viagem pela Espanha

O jovem Johann viajou pela Espanha com uma pomba que ele resgatou quando ela era filhote. A viagem durou cerca de 1 mês e meio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Johann batizou sua amiga de Gaïa e vai se lembrar com saudade da viagem que eles fizeram juntos, saindo de Barcelona, na Catalunha, até a cidade de Tarifa, na província de Cádiz, de acordo com informações do site The Dodo.

A pomba tinha dois dias de vida quando Johann a ‘adotou’. “Um vizinho me disse que estava com um bebê [pássaro] que tinha sido abandonado. Eu aceitei acolhê-la sem saber realmente aonde estava me metendo.”

A pomba era tão pequena e frágil que Johann não sabia se ela iria sobreviver. O jovem cuidou dela como se fosse seu filho.

“Nas primeiras semanas, eu sempre a segurava na palma da mão, porque fazia frio. Ela não tinha penas. No começou eu a alimentava pela boca. Era engraçado porque parecia que ela estava me dando beijos. Foi a primeira vez que fui verdadeiramente responsável por outro ser. Desde quando era bebê até quando ela cresceu. Meio que me senti um pai orgulhoso. Estando presente em todas as etapas de sua vida e a protegendo.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Johann prometeu que deixaria Gaïa ir embora quando ela quisesse. “Quando ela voou pela primeira vez, foi uma loucura. Pensei: ‘Uau’. Fiquei tão orgulhoso, mas ao mesmo tempo apreensivo. Imaginei: ‘Ela está indo embora’.”

Porém, não era o momento da pomba se despedir do seu grande amigo. Ela deu uma volta no céu e retornou para Johann. Foi então que ele percebeu que Gaïa seria a companheira ideal para sua trip pela Espanha.

O jovem montou um carrinho feito de materiais recicláveis que abrigava uma espécie de um ninho, ou tenda, que protegia Gaïa do sol, já que a dupla pegou a estrada no verão europeu.

“Procurava mantê-la por perto e saber mais ou menos onde ela estava porque, às vezes, ela voava para explorar um lugar ou outro.”

Gaïa era ser super sociável com as pessoas e outros animais nas paradas que eles faziam. Johann contou que nunca tinha visto um pássaro agir como Gaïa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Alguns meses depois da viagem, Gaïa decidiu que era hora de viver sua própria aventura. Johann achou que ela voltaria dali um tempo, mas a pomba nunca mais voltou.

“O que eu gosto de pensar é que ela foi criar sua família. Que ela encontrou um pombo e que hoje eles têm filhotes. Então, eu só consigo vê-la perto do rio em seu ninho com os bebês dela.”

Apesar de longe um do outro, Johann jamais vai esquecer das venturas que viveu com sua amiga. “Ela fazia parte da família. Foi ótimo perceber que é possível humanos e pássaros ficarem juntos. Então, foi bastante intenso.”

Assista ao vídeo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

crédito das imagens: YouTube/The Dodo

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,429,587SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Milton rouba a cena nas Olimpíadas com muito glamour

A Cerimônia de Abertura das Olimpíadas estão entrando na histórias como as que tem maior diversidade. Além de 5 trans que pedalaram trazendo os...

Nesse hotsite especial agrupamos vagas home office para ajudar você

Por conta do coronavirús, as empresas estão adotando o home office para driblar a crise. Para ajudar você que perdeu ou busca por um...

Aprenda a transformar um travesseiro em um vestido para doar a crianças na África

Little Dresses for Africa é uma organização americana sem fins lucrativos, que proporciona esperança e auto-estima para as crianças africanas. A proposta principal da ONG...

Equipes rivais se unem para ajudar jogador em cadeira de rodas a marcar touchdown

Karter Gardenhire, 8 anos, nasceu com espinha bífida, uma anomalia congênita em que a medula espinhal de um bebê ainda na barriga da mãe...

Instagram