Por causa de demência da mãe, trans precisa contar toda vez sobre transição; reação é sempre linda

0
10399

Embora o mundo viva uma fase de transição, assumir-se trans pode ainda dar medo, pois eles podem ser vítimas de preconceito, rejeição e, em alguns casos, enfrentar reações violentas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Teoricamente, você só sai do armário uma única vez e é isso. Porém, Tina Healy precisa fazer isso com certa frequência e para a pessoa que mais ama no mundo, sua mãe.

A simpática senhora, infelizmente, tem demência e por isso esquece que seu filho fez a transição, logo, ela precisa contar diversas vezes essa história.

Tina  descreve esta situação única: “Minha mãe sofre de demência e algumas pessoas na minha família estavam preocupadas com o que aconteceria se eu assumisse para mamãe. Podia ser muito estressante para ela lidar com isso. Logo pela manhã eu contei para ela e ela escutou tudo. Eu quis manter tudo simples. E ela disse ao fim de tudo “Bem. O que você sabe? Eu tenho uma bela nova filha. Vem cá, amor.’ E eu chorei em seu ombro…”

Toda vez que ela vai ver sua mãe, tem que explicar novamente. “Ela sempre tem a mesma reação. Exatamente a mesma”, disse Healy. “Quase palavra por palavra toda vez. Eu sou sortuda, porque eu assumi mais de 100 vezes no ano para ela. E toda vez ela é linda.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Magazine Good

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.