Portugal inclui igualdade de gênero no currículo de escolas públicas e privadas

Tem novidade no currículo escolar dos estudantes portugueses de 235 escolas públicas e privadas. Uma demanda desses tempos de ódio contra transexuais e travestis, e que envolve toda a sociedade. A disciplina “cidadania e desenvolvimento” irá incluir discussões sobre igualdade de gênero.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A disciplina faz parte de um projeto experimental de currículo aprovado pelo Ministério da Educação português. Os alunos que participarão do projeto-piloto estão matriculados no ano letivo 2017-2018, já que as aulas em Portugal começaram no mês passado.

Os estudantes estão distribuídos nos três anos do ensino fundamental e do ensino médio. Ou seja, as aulas de cidadania e desenvolvimento serão ofertadas para os alunos do 1°, 5°, 7°e 10° anos, de diferentes formas.

A escola de ensino básico Real Colégio de Portugal, em Lisboa, é uma das participantes do projeto. Foto: Reprodução/Google Maps)

A ideia, segundo o Ministério da Educação, é que os estudantes desenvolvam e participem de projetos que promovam a construção de sociedades mais justas e livres de preconceito, onde os direitos humanos são de todos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O projeto é fruto de rodadas de conversa com estudantes, professores e organizações da sociedade civil em torno da educação para a cidadania no ambiente escolar. A partir desse diálogo, foi criado, em 2016, o Grupo de Trabalho de Educação para a Cidadania.

Ele divide-se em três grupos de conteúdo. No primeiro, estão os temas que devem ser tratados em todos os anos escolares participantes do projeto, incluindo a igualdade de gênero e os direitos humanos. Já o segundo grupo contempla assuntos como mídia e sexualidade, destinado a pelo menos dois dos três ciclos. O terceiro grupo é optativo e inclui tópicos como empreendedorismo, mundo do trabalho e paz.

O Governo também criou um site que reúne materiais elaborados pelo Ministério da Educação junto com entidades públicas da sociedade civil para apoiar as escolas na implementação do projeto.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,415,745SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Imagem de idoso lanchando acompanhado de foto de esposa falecidada se torna viral

A imagem tocou o coração de Madina Bashizadah e se tornou viral na web. A jovem registrou a cena e postou uma foto no...

Rio inaugura escola pública sem salas, turmas ou séries

Nos próximos dias, o Rio de Janeiro começa a experimentar um tipo de escola inovador no Brasil. Nada de séries, salas de aulas com carteiras em...

Projeto social fortalece o empreendedorismo feminino na Baixada Fluminense

O projeto Feirart de Bel é um programa da Secretaria de Cultura de Belford Roxo que atua na inserção de pessoas do mercado de...

Conheça os adesivos que ajudam a dividir seus objetos com vizinhos

Ahhh, pessoas se unindo pelo consumo sustentável! 😀 Após anos de revolução industrial, consumo desenfreado, bombardeamentos diretos e incessantes de marketing para consumo, o planeta...

Expedição estimula a aprendizagem criativa em escolas do interior do Brasil

O “Caminhão MundoMaker” partiu de São Paulo no último dia 13 em direção ao Pará numa expedição que vai visitar escolas do interior do...

Instagram