Designer cria poste inovador que purifica o ar enquanto ilumina

Se o símbolo de ter uma boa ideia é uma lâmpada acesa na cabeça, essa invenção é, literalmente, um poste de luz de tão genial.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O designer Tony Thomas Narikulam idealizou o Eco Mushroom (“cogumelo ecológico” em tradução livre), um poste de luz que é capaz de purificar o ar ao seu redor, algo necessário em certas cidades extremamente poluídas.

Com design inovador e colorido, além de iluminar e melhorar nossa qualidade de vida, ainda alegra o ambiente com sua aparência e torna o caminho de quem passa por ele mais agradável.

O projeto parte do princípio que a poluição fica numa camada um pouco mais alta, acima da altura das pessoas, e se espalha criando uma faixa tóxica sobre nossas cabeças. Por isso a importância da altura de um poste para viabilizar a limpeza do ar.

Para isso, há um sistema de sucção e circulação do ar acontecem em função de um motor que funciona movido por painéis de energia solar no topo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Depois de captada, a sujeira é conduzida por um cano central, por gravidade, até um coletor.

Já pode instalar por todos os cantos?

poste-ecod

poste2-ecod

poste3-ecod

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: EcoDesenvolvimento

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,763SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Performance explora os altos e baixos do relacionamento de um casal

Dirigido por Rogério Silva, "Edifício" é um intenso balé que explora os altos e baixos do relacionamento de um casal. Apresentando uma mistura de coreografia...

“Assinado, AMOR”: projeto dissemina mensagens de amor através da fotografia

Disseminar mensagens a favor do amor através da fotografia. Esse é o objetivo do projeto Assinado, AMOR, da fotógrafa Nataly Motta, de 18 anos. Quando...

Após superar preconceitos em aldeia, indígena transexual se torna professora infantil

Indígena superou preconceitos em aldeia, conseguiu se formar após uma tumultuada adolescência e hoje é professora de alunos entre 6 a 14 anos.

Corinthians volta a ter estrela na camisa em homenagem a vítimas do Nazismo

Ação realizada em partida contra o Fortaleza resgata a memória da perseguição nazista aos judeus. As camisas dos jogadores serão leiloadas e toda a renda será revertida para o Memorial do Holocausto.

Porteiro supera o próprio preconceito e mostra que crochê é para todo mundo em SC

Seu Valdir Miranda da Silva tem 48 anos e trabalha na portaria de uma empresa têxtil, em Gaspar (SC), onde trabalha há 25 anos. A...

Instagram