Prefeitura de SP oferecerá serviço de hormonioterapia para população trans

A partir de hoje, 01/10, a população trans da cidade de São Paulo terá acesso a um serviço gratuito de terapia hormonal.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A hormonioterapia é uma iniciativa das secretarias municipais de Saúde e de Direitos Humanos e faz parte dos eixos da Política Municipal de Atenção à Saúde Integral da População LGBT, que segue as diretrizes da Política Nacional de Saúde Integral da População LGBT, do Ministério da Saúde.

O serviço estará disponível nas nove Unidades Básicas de Saúde (UBS) da região central de São Paulo, onde se concentram 70% da população transexual da capital paulista, segundo a Prefeitura.

Uma equipe de médicos endocrinologistas e psicólogos foi capacitada para atuar nessas unidades, que terão um protocolo de atendimento especial para os usuários interessados em iniciar a hormonioterapia.

“Primeiramente, o paciente precisa procurar uma dessas UBSs, onde passará por sessões com um psicólogo. Ele irá elaborar um laudo analisando se o interessado está convicto ou não de que é aquilo que quer e vai encaminhá-lo para consulta com o endocrinologista – que, por sua vez, vai solicitar exames e avaliar se deve prescrever o tratamento”, explica Alexandre Padilha, secretário de Saúde.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O serviço será anunciado no auditório da UBS Sé, às 10h, e contará com a presença de Eduardo Suplicy, secretário de Direitos Humanos e Cidadania.

Com informações do Brasil Post

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,505,556SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idosa de 93 anos é poeta e dá conselhos preciosos sobre a vida

Lúcida, feliz, poeta e apaixonada pela vida. É assim que Esther Camurça, nascida em 1920, se descreve. Aos 93 anos ela ainda escreve poemas...

Escola americana aboliu distinção de gênero nos banheiros do jardim de infância e do Ensino Fundamental

A escola americana Miraloma, em São Francisco, nos Estados Unidos, decidiu abolir a distinção de gênero nos seus banheiros. As placas que diferenciavam os...

SOS Manaus: Méliuz doa R$ 50 mil para vaquinha pelo amor que tem à cidade

A campanha SOS Manaus continua linda e ajudando muita gente! Já estamos levando os primeiros cilindros de oxigênio para que a situação da cidade...

Plataforma troca boas ações por descontos em produtos e serviços

Essa é uma daquelas iniciativas que você pensa: como alguém nunca pensou nisso antes? haha Recompensar pessoas que praticam o bem! Esse é o...

Prefeitura de SP inclui literatura sobre história e cultura africana nas escolas da rede pública

Em um país onde a maioria da população é negra, é fundamental trabalhar conteúdos sobre a história e a cultura da África nas escolas....

Instagram