Prefeitura de SP quer transformar moradores de rua em sorveteiros

Muita gente tem dúvidas de como os sem-tetos podem sair da situação de rua. A gestão de João Doria (PSDB) surgiu com uma solução: torná-los sorveteiros.

A Prefeitura quer transformar 2 mil moradores de rua da capital paulista em sorveteiros. Em uma parceria com a Unilever, dona da marca Kibon, o projeto prevê que os selecionados pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social atuem nos parques públicos de São Paulo como profissionais autônomos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo Soninha Francine, as vagas vão ser oferecidas pela empresa de forma gradual ao longo dos próximos quatro anos. As pessoas que forem selecionadas passarão por um processo de capacitação e treinamento para que se tornem microempreendedores individuais (MEIs) e consigam trabalhar por conta própria.

De acordo com a Pequenas Empresas Grandes Negócios, Doria anunciou a ideia durante duas palestras oficiais que deu a empresários da capital paulista e de Belo Horizonte.

Ainda segundo Soninha, o programa terá o cuidado de selecionar pessoas com perfis que se encaixem na proposta de trabalho autônomo e também de acompanhar os resultados.

sorveteiros da kibon

Leia a matéria na íntegra aqui. / Imagem

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,764FãsCurtir
1,764,214SeguidoresSeguir
8,645SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram