Presidiárias de cadeia nos EUA doam cabelo para vítimas de câncer

0
1283

Um grupo de mulheres condenadas a cumprir pena na prisão de segurança máxima de Mabel Bassett, em Oklahoma, Estados Unidos, mostrou que, mesmo presas, continuam sensibilizadas com os problemas de outras mulheres. Elas doaram seus cabelos para as mulheres que estão em liberdade, mas passando pela dura realidade do câncer.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Locks of Love (‘Mechas de Amor’) tem como objetivo a criação de perucas para mulheres em dificuldades. O resultado deu certo: as próprias detentas com experiência em salão de beleza se fizeram voluntárias e cortaram os cabelos das doadoras.

Atrás das grades, a ação mostra que nem sempre os erros cometidos no passado impedem as pessoas de tomarem boas atitudes pelo próximo. Foi a primeira vez que o projeto se deslocou a uma prisão de segurança máxima e o resultado não podia ter sido mais inspirador.

“Esta é uma oportunidade de mostrar que, apesar de estarmos presas, ainda temos uma mentalidade positiva para ajudar a comunidade”, disse Rhonda Robirds, uma das presidiárias que doou cabelo, em nota de divulgação do projeto.

PRISONERS DONATE TO LOL PRISONERS DONATE TO LOL PRISONERS DONATE TO LOL PRISONERS DONATE TO LOL 05

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.