Presos em Uberlândia produzem até 400 caixas de legumes por mês

Qual a melhor forma de ressocialização de presos?

No Presídio Professor Jacy de Assis, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, rúcula, alface, couve, repolho, espinafre, brócolis e canteiros de maracugina, erva-cidreira, capim-santo, hortelã e cebolinha são parte da rotina dos presos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • O livro Seu Sonho tem Futuro veio para que você viva seu sonho e crie renda extra, sem gastar dinheiro próprio!

Toda essa variedade é cultivada pelas mãos de 25 presos que produzem 400 caixas de legumes e hortaliças mensalmente, além de plantas medicinais e aromáticas.

Logo do outro lado do muro, 30 mulheres fabricam cerca de 2.250 calças e bermudas do uniforme do sistema prisional de Minas Gerais por mês, que são encaminhadas para o Almoxarifado Central em Belo Horizonte.

Atualmente, o presídio abriga 300 homens e mulheres, em trabalho interno e externos nas áreas de limpeza, manutenção e obras.

“Nasci no mato e no final do ano, quando me aposentar, volto para o campo. Esta horta é minha paixão e ela tem poderes para mudar a vida de muitos homens. Ninguém consegue passar por aqui e ficar imune a transformações”, diz o agente penitenciário José Francisco Pereira dos Santos, de 61 anos, que trabalha na unidade desde a inauguração, em 1999. É dele a responsabilidade de coordenar todo o trabalho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os alimentos são vendidos para a empresa fornecedora de refeições para o presídio, cuja capacidade é de 940 vagas e está com aproximadamente 2.100 presos.

Essa é uma excelente forma de mostrar aos presos o valor do trabalho, lhes dar noção de cooperativismo e ainda desenvolver uma nova profissão para quando suas penas forem cumpridas.

pres_aliment_mfg_004-e1446747639711

Leia também:

Comissária de bordo salva jovem vítima de tráfico humano com bilhete deixado no banheiro

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jovens empreendedores se mobilizam para ajudar lojistas que sofreram saques no ES

Menina dá show de simpatia em entrevista e cria o meme “Me sentindo adorável”

presos ganham uma forma de ressocialização
Presos trabalham em horta que utiliza água de captação das chuvas e cuja produção é vendida para empresa que fornece alimentação ao presídio. Foto: Omar Freire/Imprensa MG

pres_aliment_mfg_007-e1446747860459

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: CicloVivo

E se você também tem um sonho, este livro te ajudará a dar o próximo passo.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,493,634SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Empregada doméstica encontra R$ 1.050 no lixo e devolve para o dono. “Sou grata por poder ajudar”

Uma empregada doméstica encontrou meio que sem querer uma bolada de R$ 1.050 dentro de uma lixeira pública em Dois Irmãos, no leste gaúcho. Ela...

Como esta marca está ajudando o planeta através desses lenços extraordinários

Após a Semana de Mudança do Clima e da Cúpula Climática das Nações Unidas em Nova York, pensadores, políticos e cidadãos comuns estão se...

Macaca adota um gatinha na floresta de Bali

Um jovem macaco de cauda longa adotou um gatinho que estava abandonado na floresta Ubud’s Monkey, em Bali. As imagens foram capturadas por um fotógrafo...

Professor vende sanduíches para levar mãe com câncer terminal à viagem dos sonhos

Quando a mãe do professor Dustin Vitale recebeu o diagnóstico de câncer de bexiga terminal no ano passado, ele decidiu transformar seu maior sonho...

100 deficientes visuais acompanharam ‘ao vivo’ a vitória do Brasil contra a Sérvia

Cerca de 100 deficientes visuais assistidos pelo Instituto Benjamin Constant (IBC) acompanharam o jogo do Brasil contra a Sérvia, na quarta-feira (27).

Instagram