Presos em Uberlândia produzem até 400 caixas de legumes por mês

Qual a melhor forma de ressocialização de presos?

No Presídio Professor Jacy de Assis, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, rúcula, alface, couve, repolho, espinafre, brócolis e canteiros de maracugina, erva-cidreira, capim-santo, hortelã e cebolinha são parte da rotina dos presos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • O livro Seu Sonho tem Futuro veio para que você viva seu sonho e crie renda extra, sem gastar dinheiro próprio!

Toda essa variedade é cultivada pelas mãos de 25 presos que produzem 400 caixas de legumes e hortaliças mensalmente, além de plantas medicinais e aromáticas.

Logo do outro lado do muro, 30 mulheres fabricam cerca de 2.250 calças e bermudas do uniforme do sistema prisional de Minas Gerais por mês, que são encaminhadas para o Almoxarifado Central em Belo Horizonte.

Atualmente, o presídio abriga 300 homens e mulheres, em trabalho interno e externos nas áreas de limpeza, manutenção e obras.

“Nasci no mato e no final do ano, quando me aposentar, volto para o campo. Esta horta é minha paixão e ela tem poderes para mudar a vida de muitos homens. Ninguém consegue passar por aqui e ficar imune a transformações”, diz o agente penitenciário José Francisco Pereira dos Santos, de 61 anos, que trabalha na unidade desde a inauguração, em 1999. É dele a responsabilidade de coordenar todo o trabalho.

Os alimentos são vendidos para a empresa fornecedora de refeições para o presídio, cuja capacidade é de 940 vagas e está com aproximadamente 2.100 presos.

Essa é uma excelente forma de mostrar aos presos o valor do trabalho, lhes dar noção de cooperativismo e ainda desenvolver uma nova profissão para quando suas penas forem cumpridas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

pres_aliment_mfg_004-e1446747639711

Leia também:

Comissária de bordo salva jovem vítima de tráfico humano com bilhete deixado no banheiro

Jovens empreendedores se mobilizam para ajudar lojistas que sofreram saques no ES

Menina dá show de simpatia em entrevista e cria o meme “Me sentindo adorável”

presos ganham uma forma de ressocialização
Presos trabalham em horta que utiliza água de captação das chuvas e cuja produção é vendida para empresa que fornece alimentação ao presídio. Foto: Omar Freire/Imprensa MG

pres_aliment_mfg_007-e1446747860459

Fonte: CicloVivo

E se você também tem um sonho, este livro te ajudará a dar o próximo passo.

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,284FãsCurtir
1,761,063SeguidoresSeguir
8,609SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fábio Assunção dá a volta por cima um ano depois de virar ‘piada’ no Carnaval

É impressionante o quanto as coisas podem mudar em apenas um ano, né? Olha o caso do ator Fábio Assunção, 48 anos. No Carnaval do...

Fotos de abelhas cansadas dormindo de “bumbum pra cima” dentro de flores viralizam

Uma série de fotos de abelhas tirando um cochilo dentro de flores com o bumbum cheio de pólen está fazendo o maior sucesso na...

No Pará, há mais de 40 anos existe um bloquinho infantil que homenageia os animais da Amazônia

Cada vez mais os blocos carnavalescos estão inovando e usando e abusando da criatividade, mas o que falar deste bloquinho infantil, do interior do...

O primeiro dia de aula do menino desnutrido que foi resgatado há um ano

O primeiro dia de aula é uma data marcante, que estabelece que seu filho(a) está crescendo e ganhando o mundo. Mas, para um menino em...

Comediante arrecada quase R$ 1 milhão para menino que sofreu bullying

O vídeo de um menino com nanismo chorando após ser vítima de bullying na escola gerou uma onda de comoção e solidariedade de milhares...

Instagram