Professora vibra com aluno autista participando pela primeira vez da aula de educação física

Clique e ouça:

“Foi uma vitória tremenda!”. É com palavras de quem nunca desistiu de Thomas que a auxiliar de recreação Neusa Raquel dos Reis Villanova comemora a participação do garoto autista na aula de educação física da escola onde ele estuda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Thomas, 10 anos, é aluno da Escola Municipal de Ensino Fundamental Osvaldo Ferreira Brandão, em Taquari, no interior gaúcho, e está no 4º ano do ensino fundamental. Neusa não é professora de formação, mas isso é um pequeno detalhe pra quem ama ajudar e vê potência onde outros enxergam limitação.

Há quatro anos, ela atua na sala de aula oferecendo apoio integral a alunos especiais, como é caso de Thomas. “Fico ao lado dele inclusive no recreio. Acompanho o Thomas em todas as atividades, classe ou extraclasse”, disse Neusa em conversa com o Razões para Acreditar.

[Aos 23 anos, o Julio, que tem autismo severo, precisa ser amarrado em momentos de crise. Também por falta de tratamento ele parou de falar há muitos anos e precisa de um acompanhamento em clínicas e psicoterapeutas. Queremos custear um tratamento pra ele e comprar moveis para a família em Fortaleza (CE) viver um pouco melhor. Contribua aqui.]

Ela já acompanhou inclusive o irmão gêmeo de Thomas, Theo, que também tem autismo. Pela dificuldade para interagir e firmar relações, comum entre pessoas autistas, Neusa afirma que o trabalho exige paciência, mas que não se vê fazendo outra coisa. Afinal, onde existe amor todo esforço é algo mais do que um simples esforço, mas uma ou mais razões para acreditar. Neusa acreditou em Thomas, que é como um filho pra ela.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

garoto autista aula educação física escola
Neusa e Thomas ❤

garoto autista aula educação física escola
Neusa com o Theo, irmão de Thomas

“Eles vão se acostumando e também se apaixonando pela gente. Como fôssemos da família deles. Eu vou dizer para ti: não tem nada igual. São como filhos pra mim”, afirma Neusa. “Quem ama o que faz, faz com amor.”

Com uma abordagem em que o amor é peça-chave, Neusa devagarinho ajuda Thomas no seu aprendizado e a se enturmar com os colegas da escola: “Eu sei que ele tem potencial. Só que ele precisa ser estimulado”, destaca Neusa.

Leia também: ‘Serve para muita gente entender melhor o autismo’, diz Maurício de Sousa sobre personagem da Turma

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Cada vitória é comemorada como um gol num jogo de futebol! A conquista mais recente não poderia ser outra. Pela primeira vez, Thomas treinou futebol com os outros meninos na aula de educação física. Neusa, que acompanhou o guri durante toda a atividade, era a alegria em pessoa.

Muito participativa, comemorava cada corrida e toque na bola de Thomas. E Neusa fez questão de compartilhar essa alegria com a mãe de Thomas, para que visse com os próprios olhos o que o filho pode fazer!

Leia também:  Instrutor de Zumba com Down arrasa no gingado e diz: “Sou diferente, mas não incapaz”

“Eu fiquei maravilhada quando a gente jogou a bola e ele começou a correr atrás. Eu até pedi pro professor gravar porque eu queria mandar pra mãe dele ver. Pra ela ver com os olhos dela o potencial que ele tem, e que ele está se interessando pelas coisas. Foi uma vitória tremenda!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No dia seguinte, Thomas chegou na escola contando as horas pra aula de educação física. Não teve aula nesse dia, mas isso prova que sua falta de interesse é coisa do passado. “Ele ficou realizado, feliz!”, conclui Neusa, que continuará acreditando em Thomas, como todos nós, não é mesmo?

Veja os vídeos:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em 2 de Abr, 2019 às 5:15 PDT

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

garoto autista aula educação física escola

crédito das fotos: Reprodução

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,079,218FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,858SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após humilhação, motoboy ganha mais de R$190 mil em vaquinha, moto nova e é contratado por agência de marketing

Em menos de 24 horas, batemos a meta da vaquinha na VOAA para ajudar o motoboy Matheus a dar a volta por cima, depois...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Vaquinha para motoboy humilhado bate mais de R$100 mil em menos de 24h

Todo mundo acordou ontem precisando engolir a seco a história do Matheus Pires, de Valinho (SP). Vivemos em um país onde ainda há muita indiferença...

Homem raspa cabelo da namorada com alopecia, depois o seu também e ela não aguenta a emoção

Quando a gente escuta que amar não tem limites, a gente fala de gestos como o de Damien! Ele namora Eva Barilaro e, recentemente, os...

Instagram

Professora vibra com aluno autista participando pela primeira vez da aula de educação física 13