Primeiro corredor sem plásticos do mundo é inaugurado em mercado na Holanda

Zero plástico: corredor conta com mais de 700 produtos com embalagens biodegradáveis, de vidro ou metal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Parece que a humanidade está finalmente despertando para a importância de reduzir o consumo de produtos plásticos no mundo. Aos poucos, ações vão sendo realizadas em substituição ao material que é responsável por 60% dos resíduos presentes nos oceanos.

Pequenas atitudes contam, como usar uma caneca em vez no copo plástico e levar a sacolinha retornável ao mercado. Aliás, os mercados são grandes produtores de lixo: de acordo com um levantamento realizado no início deste ano pelo jornal The Guardian, foi constatado que os supermercados do Reino Unido produziam mais de um milhão de resíduos plásticos.

Pensando nisso, ativistas da organização A Plastic Planet junto à rede de lojas EkoPlaza, em Amsterdã, decidiram inaugurar o primeiro corredor com zero produtos plásticos do mundo. De acordo com matéria publicada no site Guia Viajar Melhor, são mais de 700 produtos disponíveis em embalagens biodegradáveis, de vidro ou de metal. Entre os produtos, é possível encontrar snacks, cereais, iogurte, chocolate, vegetais, entre outros.

Ao contrário do que o esperado, os organizadores informam que o valor dos produtos livres de plástico será conveniente, ou seja, nada acima dos valores comumente praticados em produtos embalados com plástico. A decisão, neste caso, será somente dos consumidores em comprar produtos embalados com plástico ou não.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foto: Reprodução / EkoPlaza

De acordo com o jornal The Guardian, Sian Sian Sutherland, co-fundador do A Plastic Planet, afirmou que “não há absolutamente nenhuma lógica em envolver algo tão bom quanto comida em algo tão indestrutível quanto o plástico. A embalagem de alimentos e bebidas de plástico continua sendo útil por alguns dias, mas continuará sendo uma presença destrutiva na Terra por séculos depois”.

A ideia é estender o projeto para todas as unidades da rede EkoPlaza, que atualmente conta com 74 lojas. Aos poucos iniciativas como essa começam a revolucionar a forma como as pessoas consomem e descartam lixos plásticos. No Brasil, o primeiro restaurante lixo zero já está funcionando em Florianópolis e pode servir como uma inspiração para outras empresas.

Foto: Reprodução / EkoPlaza

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,786,495SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menino ganha festa de 3 anos com tema da Comlurb e faz café da manhã para garis no RJ

Três vezes por semana, a Iara dos Santos, dona do hostel Recanto de Alegrias e mãe do pequeno Lorenzo, sabe que seu filho vai...

Estudantes criam dispositivo de garrafa PET que limpa bueiros e evita alagamentos

De olho nos problemas e desafios que as grandes metrópoles brasileiras enfrentam atualmente, como o acúmulo de lixo nas ruas e o entupimento de...

Menina explica significado da bandeira LGBT para o irmão, dá show de maturidade e áudios viralizam

“A bandeira é gay! Não é de amizade! Cada um cuida da sua vida, entendeu?”

Jovem de 14 anos usa peças de sucata e cria um moinho de vento para levar energia para seu povoado

William Kamkwamba hoje tem mais de 20 anos, mas seus feitos começaram quando ele ainda tinha 14 no Maláui, no sudoeste da África. Em...

Punks de Myanmar se unem para alimentar moradores de rua do país

Além da ajuda humanitária, as músicas das bandas punks de Yangon geralmente têm letras políticas, e tratam de temas como violações de direitos humanos e as condições difíceis da vida lá.

Instagram