Príncipe Harry quebra protocolo para confortar garotinho que perdeu a mãe

Durante o penúltimo dia de viagem às nações da Commonwealth no Pacífico Sul com sua esposa, Meghan Markle, o Príncipe Harry protagonizou uma cena emocionante com um garoto de seis anos num evento na cidade de Auckland, na Nova Zelândia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em meio a uma caminhada no porto Harbour, Harry recebeu uma carta de Gran Te Nante, 52 anos. A senhora escreveu na carta que seu neto, Otia, admirava muito o príncipe, e, assim como ele, também havia perdido a mãe. Ela pediu que Harry desse um pouco de atenção para o neto.

Assim que soube que Otia era órfão, o príncipe quebrou o protocolo real – que não permite que membros da realeza tire fotos com quaisquer outras pessoas, – e tirou selfies com o garoto, que estava com a vó no evento.

Leia tambémNa Índia, príncipe oferece seu palácio para pessoas LGBT em situação de vulnerabilidade

Otia Nante, 6 anos, perdeu a mãe quando ainda era apenas um bebê, história triste como a do Príncipe Harry, que perdeu Lady Di em um trágico acidente de carro em 1997. À época, ele tinha 12 anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gran Te Nante disse que cuida do menino sozinha, desde que a mãe dele cometeu suicídio – quando Otia tinha menos de um ano de idade. Harry, então, pegou a criança no colo e disse que “a vida ficaria bem”.

“Eu fiz 34 anos de idade e a vida é boa. Eu tenho uma linda mulher e um bebê a caminho. Sua vida vai ser boa. Não se preocupe com isso”.

Após uma rápida conversa, ele tirou algumas selfies com Otia, que rapidamente vazaram e foram publicadas nas redes sociais.

Harry também fez questão de oferecer apoio à avó de Otia, dizendo: “Você está fazendo um ótimo trabalho, Nan. As avós são muitos importantes em nossas vidas”.

Leia tambémGarotinha ‘rouba’ pipocas de príncipe Harry e a reação dele foi muito fofa

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em um documentário de 2016 do canal Britânco ITV, o príncipe admitiu que por muito tempo reprimiu os sentimentos à respeito da perda da mãe.

“Eu nunca lidei com o que aconteceu. Foi muita emoção enterrada. Durante uma boa parte da minha vida eu realmente não queria pensar sobre isso. Agora vejo a vida de maneira muito diferente do que costumava ver”, revelou na época.

Harry contou que encontrou um sentido em sua existência através das ações de solidariedade que faz: “Tudo o que eu quero fazer é deixar minha mãe incrivelmente orgulhosa”, concluiu o príncipe.

Veja o post:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Meghan & Harry 💍 supporters (@harry_meghan_updates) em

A viagem do casal de príncipes durou três semanas – Harry e Meghan visitaram a Austrália, Fiji, Tonga e Nova Zelândia.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Revista Quem

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,845,820SeguidoresSeguir
24,881SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fila enorme: centenas de pessoas se mobilizam e fazem cadastro de medula para ajudar menina com leucemia

Júlia Abrame de Oliveira, de apenas 6 anos, de Tatuí (SP), foi diagnosticada com leucemia há quatro anos. Desde então começou a fazer o tratamento. Porém,...

Senhora decora casa usando mais de 30 mil tampinhas de garrafa

Na distante, fria e isolada cidade rural de Kamarchaga, na Taiga Siberiana, Rússia, vive uma senhora bastante disposta e criativa, que decorou toda a...

Harvard desenvolve vacina contra câncer agressivo com 100% de eficácia

Pesquisadores do Harvardd’s Wyss Institute desenvolveram uma vacina personalizada contra o câncer agressivo, testada e com 100% de eficácia. A “vacina implantável” tem o tamanho...

Papa Francisco: “mulher não existe para lavar louça” [VÍDEO]

Francisco falou que não devemos nos referir à mulher falando somente sobre a função que ela é “obrigada” a realizar na sociedade.

Professor de Brasília está ensinando meninos a respeitar as alunas através do esporte

“Eu aprendi que menino não é melhor que menina e nem menina melhor que menino”, resume uma das crianças.

Instagram

Príncipe Harry quebra protocolo para confortar garotinho que perdeu a mãe 3