Príncipe William faz história ao estampar capa de revista LGBT

O príncipe William, filho do príncipe Charles e neto da rainha Elizabeth II, é o rosto sorridente na capa da edição deste mês da revista Attitutde e a matéria que protagoniza discute bullying contra pessoas queer.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

william

“Na quinta-feira, 12 de maio de 2016, sua alteza real, o duque de Cambridge convidou a revista Attitude a trazer membros da comunidade LGBT para o palácio de Kensington para conhecer suas vivências de bullying homofóbico, bifóbico e transfóbico, e discutir as implicações sobre a saúde mental que elas trazem. O editor de Attitude, Mathew Todd, mediou a discussão. Depois de encontrar nove delegados, o príncipe William posou para a capa da revista Attitude, feita pelo fotógrafo Leigh Kelly. A capa marca a primeira vez que um membro da família real foi fotografado para a capa de uma revista gay”, escreveu a revista em comunicado oficial.

Na chamada, lê-se: “Príncipe William encontra Attitude. ‘Ninguém deveria sofrer bullying por causa de sua sexualidade ou qualquer outra razão’”.

Em declaração à revista, o príncipe afirma que “ninguém deveria sofrer bullying por causa de sua sexualidade ou por qualquer outra razão, e ninguém deveria ter que suportar o tipo de ódio que esses jovens toleram durante suas vidas. Os jovens gays, lésbicas e trans que eu conheci graças à Attitude são muito valentes por erguerem suas vozes e darem esperança a pessoas que estão passando por bullying nesse momento. Sua força e otimismo deveriam dar a todos nós o incentivo de combater o bullying onde quer que ele se encontre”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

meeting-william

William aconselhou aconselhou quem estiver sofrendo bullying por causa de sua orientação sexual a procurar uma pessoa de confiança. “Você tem que ter orgulho de quem você é, e não há nada do que se envergonhar”, afirma.

Juntamente com seu irmão, o príncipe Harry, e a esposa, Kate Middleton, ele encabeça a campanha Heads Together, que pretende eliminar o estigma em torno dos transtornos mentais.

Uma pesquisa realizada no Reino Unido descobriu que 33,9% das pessoas LGBT já tentaram o suicídio pelo menos uma vez e 48,1% dos jovens trans já tentaram se matar. Enquanto que jovens heterossexuais respondem por 17,9%.

“Nesse tempo em que sou editor de Attitude eu já encontrei pais que perderam seus filhos por causa do bullying que sofreram por serem LGBT, ou por serem apenas considerados LGBT. Fico muito feliz que o futuro rei do Reino Unido concorde que isso tem que acabar”, diz Matthew Todd, editor da revista Attitude.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: LadoBi

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,609SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Museu da Empatia volta com projeto apaixonante de Biblioteca Humana

Ano passado falamos aqui da Biblioteca Humana, que surgiu nos anos 2000, em Copenhagen, na Dinamarca. Também já mostramos o apaixonante Museu da Empatia, que...

Aplicativo facilita doação de alimentos para os mais necessitados

Não é segredo pra ninguém que jogamos fora toneladas de alimentos que poderiam alimentar pessoas que passam fome no mundo todo. Mas, como podemos...

Escola americana inclui artes no ensino das disciplinas e resultados impressionam

Enquanto no Brasil a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do ensino médio transformou o ensino de Arte numa disciplina optativa, nos Estados Unidos, uma escola...

Startup cria aplicativo que indica onde o seu lixo pode ser descartado

A empresária e especialista em sustentabilidade, Roberta Pinheiro, identificou há pouco mais de um ano que as pessoas querem fazer o descarte correto do...

Instagram

Príncipe William faz história ao estampar capa de revista LGBT 4