Professor de Brasília está ensinando meninos a respeitar as alunas através do esporte

Publicação originalmente feita no site AzMina.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Paulo Henrique Carmona é professor de Educação Física na Escola Classe 108, em Samambaia, no Distrito Federal. Mais do que apenas ensinar seus alunos a prática de diferentes esportes, ele aproveita para falar sobre questões de gênero.

Em uma das aulas, ele pergunta: “Jogar basquete é uma coisa de menino? Ou de menina? Ou de menino e de menina?” Uma das crianças do 2º ano responde: “É de menino”. Outra discorda: “Claro que não, minha prima joga”. E assim começa a discussão sobre gênero usando o esporte como pano de fundo.

Numa outra atividade, as crianças precisavam adivinhar o nome de algumas profissões a partir de pistas dadas pelo professor. Elas tinham que desenhar e dar um nome para a profissão. O objetivo era visualizar a predominância masculina ou feminina nas profissões (policial, astronauta, professor, advogado).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eles trazem todo um repertório de casa, trabalhamos em cima dessas questões”, comenta a professora Vanessa Terumi, que acompanha as turmas no dia a dia.

No final, os alunos tinham que explicar por que classificaram as atividades como de menino ou menina ou de ambos. Surgia então a grande questão: “Mas você não acha que os meninos podem ser melhores no basquete simplesmente porque treinam mais que as meninas?”. Foi o suficiente para as crianças quererem contar suas experiências.

“Eu aprendi que menino não é melhor que menina e nem menina melhor que menino”, resume Maria Louysa de Sousa Gomes, de 8 anos.

[Nota da Redação]

Assistam nosso vídeo hilário da nossa visita a um asilo em SP onde os idosos se divertiram com a realidade virtual:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia a reportagem completa da Revista AzMina aqui. / Foto: Rogério B. Guerreiro/Arquivo Pessoal

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,425FãsCurtir
1,908,663SeguidoresSeguir
9,294SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idosa de 87 anos confecciona máscaras de proteção para distribuir gratuitamente no MA

Sem conseguir encontrar máscaras de proteção, a professora, bióloga e engenheira civil Renatha Costa uniu forças com sua avó, dona Bernarda, 87 anos, para...

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Após ver família comendo restos do lixo, homem abre restaurante para servir pessoas carentes

O dono de um restaurante em Vila Velha (ES) abriu seu estabelecimento para atender gratuitamente pessoas em situação de rua durante a pandemia de...

Angelina Jolie doa R$ 5 milhões para manter merenda de alunos durante quarentena

A atriz Angelina Jolie, 44 anos, doou US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões) para manter a distribuição de merendas escolares para crianças de baixa...

Coronavírus ‘sela paz’ entre palestinos e israelenses: saúde é prioridade máxima!

Há anos o mundo não via um encontro pacífico entre palestinos e israelenses. A Autoridade Palestina e Israel sentaram na mesma mesa para firmar...

Instagram