Professor de escola pública empodera alunos através da fotografia

Como acabar com a visão superficial que alguns professores têm dos seus alunos? Foi a partir dessa pergunta que o professor de Filosofia Thiago Santos, do Colégio Estadual Rubens Farrulla, em São João de Meriti (RJ), criou o projeto “Vozes”, uma exposição fotográfica para combater os julgamentos estereotipados dos estudantes da escola pública na Baixada Fluminense.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O professor viu na fotografia um canal para dar voz aos estudantes. “Minha ideia surgiu de um grande desconforto que comecei a sentir ao ficar na sala dos professores. Eles não tentam realmente entender o que existe por trás do aluno, como é a cultura dele ou como os estudantes se expressam, seus hábitos sociais”, explicou Thiago, que é graduado pela UFF (Universidade Federal Fluminense). “Por isso a sala dos professores sempre foi um lugar desagradável pra mim. Lá eles [os professores] colocam todas as frustrações, todos os preconceitos.”

A exposição “Vozes” reúne 40 fotografias que estão expostas em dois grandes corredores do colégio. “Os alunos se sentiram representados e claramente gostaram da ideia. Inclusive, vários reclamaram que não estavam ali [nas paredes].”

O projeto levou dois anos para ficar pronto. O professor lembra que não usou nenhum critério específico para selecionar os alunos fotografados do 7º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. “Primeiro comecei a levar minha câmera para o pátio e comecei a tirar fotos sem compromisso. Depois convidei os alunos. Quem teve interesse, me procurou.”

As legendas das fotos foram selecionadas de frases e trechos de músicas escritos pelos alunos em uma atividade cujo título era: “Carta para a escola”. “Eu pedi que eles imaginassem a escola como uma pessoa e pedi que eles falassem tudo o que gostariam de falar no texto e no final que eles dedicassem uma música para a escola. Recebi mais duas mil redações nesse formato”, lembrou animado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para quem estiver a fim de visitar a exposição, o endereço da escola é avenida Plácido Figueiredo Júnior, s/n°, Vila Rosali. No período das férias, a visitação acontece das 10h às 16h.ProjetoVozes2

ProjetoVozes3

ProjetoVozes4

ProjetoVozes5

ProjetoVozes6

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

ProjetoVozes7

ProjetoVozes8

image009

ProjetoVozes9

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

ProjetoVozes10

ProjetoVozes11

ProjetoVozes12

ProjetoVozes13

via [Uol]

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,211SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Meninas da periferia de São Paulo e região se reúnem em festival no MASP

O Instituto Plano de Menina, criado pela jornalista e comunicóloga social Viviane Duarte em 2016, já configura no Brasil como um dos projetos de...

Escultor transforma armas de guerra da Sérvia em instrumentos musicais e quer formar orquestra com ex-combatentes

Uma atitude cheia de simbologia. O escultor sérvio Nikola Macura, de 42 anos, está recuperando armas e velhos equipamentos de guerra e transformando-os em...

Voluntários realizam sonho de idoso cadeirante de escalar serra no interior de Roraima

Em 2001, estava tudo planejado para o seu Evandro Almada subir a Serra da Corcova, em Iracema, no interior de Roraima. Mas um AVC...

Coletivo desafia os brasileiros a repensarem a educação inclusiva no País

Você sabia que no Brasil 30% dos jovens entre 14 e 15 anos com alguma necessidade especial de ensino desistem da escola? Muitas vezes,...

Angola torna ilegal a caça e a venda de carne de animais selvagens

Está decidido: agora é ilegal caçar em Angola. Apesar da pressão feita por caçadores e vendedores de carnes selvagens, eles não vão voltar atrás na...

Instagram