Professor faz desafio e aluno chora ao ligar para irmã pra dizer: “Eu te amo!” [VÍDEO]

Em uma aula de filosofia e sociologia em uma escola do Ceará, um professor lançou uma atividade diferente. O desafio era ligar para alguém durante a aula para dizer que amava essa pessoa. O aluno Gustavo Nobre aceitou a proposta e decidiu ligar para a irmã dele, com quem havia discutido e não falava há algumas semanas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O desfecho da conversa foi emocionante! “Sem pensar duas vezes, levantei o braço e aceitei o desafio. Achei inusitado, mas foi revigorante dizer essas três palavras”, afirmou Gustavo. No diálogo, os dois choram, e a irmã o consola dizendo que também o ama e que ele pode contar com ela para tudo na vida.

Ajude a Liliane a realizar o sonho do intercâmbio na Califórnia

Apesar de não serem irmãos de sangue, eles foram criados juntos e estão morando em cidades diferentes. Três semanas antes, eles haviam discutido pelo telefone e estavam sem se falar. A ideia do professor promoveu a reconciliação entre os dois.

“Junto com meus pais, ela é a pessoa que eu mais amo no mundo. A ideia de brigar com ela me faz mal. Depois disso, voltamos a nos falar como antes, nossa relação melhorou bastante e eu estou falando ‘eu te amo’ cada vez mais. Obviamente que não nos falamos todo dia, já que nossos turnos escolares são diferentes e temos outras obrigações, mas estamos bem”, contou Gustavo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Apesar de o aluno estar sempre falando, tem muitas coisas que eles aprendem a silenciar de uma forma não muito construtiva”, diz o professor

O professor Zé Wilson explicou por que escolheu realizar a dinâmica.

A dinâmica nasceu de um grito profundo do coração de cada aluno meu. Não aqueles gritos que você escuta, mas aqueles que você sente. O ambiente das escolas, às vezes, pode se converter em lugar de silêncio para nossos adolescentes e jovens. Apesar de o aluno estar sempre falando, tem muitas coisas que eles aprendem a silenciar de uma forma não muito construtiva. Muitos desses silêncios são apenas levados de casa para a escola. Um deles é a dificuldade de demonstrar o que se sente. Às vezes, no ambiente familiar, sentimos, mas não demonstramos. E isso pode ajudar a criar um círculo vicioso em que nossos laços afetivos e familiares não são mais alimentados e reforçados.”

Leia também: Professor faz dinâmica sobre empatia e inspira alunos a se ajudarem

A lição foi definitivamente compreendida por Gustavo e seus colegas de turma. “Eu te amo é uma expressão que vem sendo cada vez menos usada. Estamos rodeados de pessoas incríveis e amáveis todos os dias, há diversas oportunidades de dizermos tais palavras, mas como não se tem esse costume, é difícil dizer e achar uma situação conveniente para demonstrar este amor. Eu te amo demonstra carinho, amor, afeto e gratidão e é necessário dizer para quem amamos, pois talvez quando surgir a vontade de falar, não haja mais tempo”, refletiu o estudante.

Os jovens e adolescentes têm uma incrível força vital que, quando canalizada para coisas boas, produz uma revolução sem precedentes. É assim com o amor e com a empatia. Em muitos casos, eles não demonstram por falta de testemunho mesmo. Quando sentem a aproximação de pessoas que têm os mesmos dramas, angústias e desafios que eles e usam isso tudo para construir amor e empatia, eles reproduzem exatamente o mesmo amor e a mesma empatia para além da sala de aula. E isso cria uma corrente de solidariedade e afeto que pode ser maior do que imaginamos”, conclui o professor, com a sensação de missão cumprida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Veja o vídeo emocionante:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Gustavo Nobre (@gustavnobre) em

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

E você, já disse “eu te amo” para a pessoa que você ama hoje?!

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

razões para acreditar

crédito das fotos: Gustavo Nobre/Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,637,823SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Alexandre Herchcovitch e seu companheiro conseguem adotar seu filho depois de um ano

O estilista Alexandre Herchcovitch e o empresário Fábio Souza começaram a lutar na Justiça pelo sonho de adotar um filho desde que se casaram no civil, em julho de 2013....

Gari resgata mudas de plantas descartadas e cria jardim comunitário em Teresina (PI)

Responsável por um dos Pontos de Recebimento de Resíduos (PRR) de Teresina (PI), o gari Eduardo Alexandre da Silva, 59 anos, decidiu construir um...

Filha faz homenagem emocionante ao pai com Down: “Sou tão abençoada”

O filipino Richard Castillo tem síndrome de Down. Recentemente, ele completou 50 anos de idade, para a surpresa dos médicos. Orgulhosa, sua filha, Richie Anne Castillo,...

Documentário relata a situação ecológica de algumas das principais praias do continente

A equipe da agência Onda Verde, juntamente com o Projeto Route, está trabalhando na finalização do documentário UMA GOTA.DOC, que conta com uma expedição...

Em um lapso de memória, mulher com Alzheimer lembra o nome da filha

Kelly Gunderson é filha de uma de senhora de 87 anos que possui Alzheimer, que por conta da doença já está com a memória...

Instagram