Professor luta capoeira com aluno com deficiência motora

A capoeira é um jogo atlético, com muitas vantagens e ensinamentos por trás de toda a ginga ensinada. E além de tudo, promove a interação e inserção de crianças com alguma deficiência motora. De acordo com o mestre Cícero Tatu, responsável pelas aulas de capoeira com alunos especiais, entre os benefícios destacam-se a melhora na lateralidade, equilíbrio, atenção e raciocínio. “A liberdade de expressão é a essência da capoeira. E é isso que trabalhamos aqui: a educação de forma não padronizada, respeitando os tempos e limites de cada um. Com a música, o ritmo, eles ficam mais atentos e os movimentos ajudam a conhecer melhor o próprio corpo e a respeitar o espaço do outro”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No vídeo abaixo, apesar de não conseguir ter a identificação do local onde foi gravado e quem são as pessoas presentes no vídeo, vemos aluno e professor praticando a arte da capoeira, e a deficiência do menino é um mero detalhe, pelo vídeo conseguimos sentir o quanto ele está gostando disso tudo:

Citação àcima via Portal Capoeira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,505,556SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com 30 milhões de cães e gatos na rua, campanha quer diminuir o abandono de animais no Brasil

Existe uma premissa que já é milenar: o cachorro é o melhor amigo do homem. Vamos incluir que os felinos também são. Mas parece...

Coronavírus: CVC contrata voos para repatriar brasileiros que estão em Portugal

A CVC anunciou que irá contratar voos para repatriar brasileiros que estão em Portugal com bilhetes já emitidos. Em nota, a Embaixada do Brasil em...

Aprovada em Medicina com livros emprestados agora retribui ajuda que recebeu

Para mostrar que esse papo de meritocracia é uma furada.

Trabalho voluntário gera satisfação e comprometimento entre família e escola

Kátia Generoso e os alunos da EE Prof. Luiz Gonzaga da Costa

Instagram