Início INSPIRAÇÃO Gentilezas Professor pula corda com aluno cadeirante no colo e vídeo viraliza; assista!

Professor pula corda com aluno cadeirante no colo e vídeo viraliza; assista!

O que significa pular corda para uma criança? Tem coisa mais gostosa? Para o Heitor, de 7 aninhos, que é cadeirante, pular corda era um sonho distante. Graças ao ‘tio’ João, professor de Educação Física da turma de Heitor, esse sonho se concretizou. Para que o aluno não ficasse fora da brincadeira, o educador pulou corda segurando o menino no colo.

“Foi um gesto simples, mas que eu sei que para ele fez diferença”

A cena foi registrada há uma semana. O professor contou que os alunos estavam em um período de brincadeira quando Heitor viu um grupo pulando corda e pediu para pular junto com eles. João abraçou literalmente o pedido.

“Tento sempre trabalhar de maneira que ele possa ser incluído, para a turma também não colocar limitações para ele. É uma criança com deficiência, mas queria que tivesse aquele momento. Foi um gesto simples, mas que eu sei que para ele fez diferença“, disse o professor João Hoffmann.

E fez mesmo, viu! A mãe de Heitor, Natália Nascimento, disse que a atitude do professor mudou o comportamento da criança. “A aula de educação física sempre foi uma aula que não era tão divertida, os professores acabavam deixando para lá porque ele é deficiente e não tinha como incluir. Agora está sendo muito diferente. Os dias preferidos dele são terça e quinta, quando acontecem as aulas de educação física. O trabalho que o João faz é incrível“, comemorou a mãe.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

Isso aconteceu na Escola Sítio I, em Taubaté (SP). João é formado em Educação Física e trabalhava como personal e preparador físico até que há dois anos ele decidiu entrar em sala de aula, e fez muito bem, viu! Desde o início do ano ele aplica atividades inclusivas e acessíveis com a turma do Heitor. Em outro vídeo, João aparece carregando Heitor nas costas brincando de pega-pega.

“Fiquei apaixonado pelo trabalho com as crianças pelo poder transformador que a educação tem. Me esforço para dar o melhor, porque eu sei que meu trabalho pode impactar a vida deles para sempre. Não há preço que pague ver o mundo de uma criança ficar maior“, disse.

Educação, esporte e arte são fundamentais para a inclusão social de grupos vulneráveis, concorda? Conheça então três projetos que defendem essas causas, escolha a sua favorita, apoie e concorra a um super prêmio de R$ 1 milhão da promoção “Ganhou, Causou”, da Nestlé. Clique aqui e saiba como participar!

Fonte: G1/Imagens: Reprodução/Instagram

 

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,414FãsCurtir
1,678,411SeguidoresSeguir
8,227SeguidoresSeguir
10,900InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Aluno usa dinheiro que ganhou de aniversário para pagar ida de amigo a excursão

Um gesto de amizade envolvendo dois estudantes da escola Francisco Murilo Pinto em Bragança Paulista (SP) tem comovido milhares de pessoas na internet.

Casal gay adota bebê com HIV que foi rejeitada por 10 famílias

Pouco depois de nascer, Olivia foi abandonada em um orfanato. Na fila de adoção, foi rejeitada por 10 famílias. O motivo? A menina é...

Instagram