Professor pula corda com aluno cadeirante no colo e vídeo viraliza; assista!

O que significa pular corda para uma criança? Tem coisa mais gostosa? Para o Heitor, de 7 aninhos, que é cadeirante, pular corda era um sonho distante. Graças ao ‘tio’ João, professor de Educação Física da turma de Heitor, esse sonho se concretizou. Para que o aluno não ficasse fora da brincadeira, o educador pulou corda segurando o menino no colo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Foi um gesto simples, mas que eu sei que para ele fez diferença”

A cena foi registrada há uma semana. O professor contou que os alunos estavam em um período de brincadeira quando Heitor viu um grupo pulando corda e pediu para pular junto com eles. João abraçou literalmente o pedido.

“Tento sempre trabalhar de maneira que ele possa ser incluído, para a turma também não colocar limitações para ele. É uma criança com deficiência, mas queria que tivesse aquele momento. Foi um gesto simples, mas que eu sei que para ele fez diferença“, disse o professor João Hoffmann.

E fez mesmo, viu! A mãe de Heitor, Natália Nascimento, disse que a atitude do professor mudou o comportamento da criança. “A aula de educação física sempre foi uma aula que não era tão divertida, os professores acabavam deixando para lá porque ele é deficiente e não tinha como incluir. Agora está sendo muito diferente. Os dias preferidos dele são terça e quinta, quando acontecem as aulas de educação física. O trabalho que o João faz é incrível“, comemorou a mãe.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

Isso aconteceu na Escola Sítio I, em Taubaté (SP). João é formado em Educação Física e trabalhava como personal e preparador físico até que há dois anos ele decidiu entrar em sala de aula, e fez muito bem, viu! Desde o início do ano ele aplica atividades inclusivas e acessíveis com a turma do Heitor. Em outro vídeo, João aparece carregando Heitor nas costas brincando de pega-pega.

“Fiquei apaixonado pelo trabalho com as crianças pelo poder transformador que a educação tem. Me esforço para dar o melhor, porque eu sei que meu trabalho pode impactar a vida deles para sempre. Não há preço que pague ver o mundo de uma criança ficar maior“, disse.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Educação, esporte e arte são fundamentais para a inclusão social de grupos vulneráveis, concorda? Conheça então três projetos que defendem essas causas, escolha a sua favorita, apoie e concorra a um super prêmio de R$ 1 milhão da promoção “Ganhou, Causou”, da Nestlé. Clique aqui e saiba como participar!

Fonte: G1/Imagens: Reprodução/Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

996,270FãsCurtir
1,935,921SeguidoresSeguir
9,479SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Magazine Luiza cria plataforma para autônomos venderem a própria mercadoria

O Magazine Luiza lançou hoje (31) o Parceiro Magalu, uma plataforma digital de vendas para ajudar micro e pequenos varejistas e profissionais autônomos a...

Pai adota 5 irmãos que viviam em abrigos diferentes para que não se separassem

Barreto diz que adotaria 10 crianças e adolescentes se tivesse condições.

Homem planta 152 milhões de árvores e refloresta manguezal sozinho no Senegal

Um homem aposentado plantou incríveis 152 milhões de árvores em um intervalo de 10 anos às margens do rio Casamansa, no Senegal. Plantando sem parar...

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

USP cria ventilador pulmonar de baixo custo com tecnologia 100% brasileira

Cientistas da USP desenvolveram um protótipo de ventilador pulmonar emergencial capaz de ser produzido em massa para atender a demanda hospitalar de pacientes infectados...

Instagram