Em SP, professor cria “Quebrada Maps” para ensinar geografia de maneira diferente

Existe maneira mais eficiente do que aprender na prática? Foi pensando nisso que uma escola pública localizada na zona leste de São Paulo, a Padre Chico Falconi, criou um projeto onde os alunos criam os próprios mapas. O projeto chama “Quebrada Maps” e esta nova maneira de se ensinar geografia foi ideia do professor Wellington Fernandes, com o objetivo de conectar as aulas com a realidade dos estudantes da região que fica entre os distritos de Guaianases e Itaim Paulista.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Relacionado: Para ajudar colegas cegos, estudantes criam mapa acessível

O professor diz que: “A ideia é criar a nossa cartografia, representar nossas identidades e falar sobre o território” e sua iniciativa até já rendeu o prêmio Vai Tec (Valorização de Iniciativas Tecnológicas), em 2017. Nele, os alunos produzem vídeos, criam mapas e divulgam os dados coletados e através de uma simples imagem eles podem visualizar onde todos os alunos da sala moram, por exemplo.

Uma das alunas que participam deste projeto é Jennifer Paiva, de 13 anos e ela se diz orgulhosa: “Nós mapeamos os lugares onde poderíamos ter aulas. Conheci lugares que nunca tinha ido. Se vierem para a zona leste pela primeira vez, conheçam a Casa de Cultura do Itaim Paulista”.

Mas o projeto também possui um outro foco, que é o de coletar depoimentos, construindo assim um mapa colaborativo, que aborda entre outros temas, o preconceito: “Tivemos a ideia de criar um mural com as palavras que mais apareceram. Depois fomos estudar e ver filmes sobre a África. Foi bem interessante”, diz a estudante Evelyn Miranda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O professor explica qual é o objetivo: “São as imagens que os entrevistados têm sobre a África, muitas delas revelam os estereótipos, depois construímos um contraponto a partir de imagens reais no Google Street View” e afirma que essa é uma maneira eficaz dos alunos aprenderem e começarem a se apropriar do espaço, tendo muito mais conhecimento da cidade onde vivem.

Em SP, professor cria "Quebrada Maps" para ensinar geografia de maneira diferente 3

Em SP, professor cria "Quebrada Maps" para ensinar geografia de maneira diferente 4

Em SP, professor cria "Quebrada Maps" para ensinar geografia de maneira diferente 5

Em SP, professor cria "Quebrada Maps" para ensinar geografia de maneira diferente 6

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Com informações de Folha

Fotos: Sheyla Melo / Agência Mural

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,282,832SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem baiano constrói “Ferrari” apenas com sucata e tira onda

Não se fala em outra coisa em Paramirim, no sudoeste da Bahia.

Formando surdo é escolhido como orador de turma pela 1ª vez na UFPI

O estudante de Letras Iago Pedro Pires é o primeiro aluno surdo da Universidade Federal do Piauí (UFPI) a ser escolhido orador de uma turma....

Marta irá construir abrigo para animais abandonados na sua cidade natal

"A gente está fazendo aos pouquinhos, mas com fé em Deus a gente vai acabar em breve."

Cirurgião opera obstetra que lhe trouxe à vida há 45 anos

Uma obstetra de Sacramento está recebendo um obrigado tardio de um bebê, que ele fez seu parto há 45 anos atrás. Robert Kincade realizou, no...

Garoto de 11 anos dá exemplo ao escrever carta para o primeiro-ministro australiano após vetar Casamento Gay

A carta já começa desta forma: “Meu nome é Orlando Burcham, tenho 11 anos e eu gostaria de saber por que você não permitiu...

Instagram

Em SP, professor cria "Quebrada Maps" para ensinar geografia de maneira diferente 8