Professor ribeirinho do Amazonas concorre ao ‘Prêmio Nobel’ da Educação

No interior do Amazonas um professor tem feito a diferença em sua comunidade.

Formado em Ciência, com especialização no ensino de Biologia, o professor Valter Pereira de Menezes, de 46 anos, está transformando a comunidade ribeirinha de Santo Antônio do Tracajá, na zona rural de Parintins, no interior do Amazonas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo começou em 2014, quando um aluno levantou o questionamento: “Por que os casos de diarreia na nossa região aumentavam em período de seca e cheia?”. Segundo o professor, a água que abastecia a comunidade vinha de um poço artesiano, porém o fornecimento não era encanado.

“Sem o esgotamento sanitário, todos os dejetos humanos acabavam parando no lençol freático, contaminando a fonte de água e causando o aumento de casos de diarreia durante a subida e descida das águas do rio”, explica o professor.

professor no Amazonas
O professor ribeirinho foi indicado ao “Global Teacher Prize”

Valter começou a pesquisar sobre a problemática da água para encontrar alguma solução. Com o apoio de duas organizações não-governamentais, ele e seus alunos instalaram 180 filtros bioativos de areia nas casas das famílias que não tinham acesso à água encanada. Foi assim que surgiu o projeto “Água limpa para os curumins do Tracajá”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Nosso objetivo era levar água potável do poço artesiano para as famílias que não tinham acesso. Foi aí que o projeto entrou em ação, levando melhorias sanitárias e construindo fossas e banheiros, além dos filtros bioativos de areia. Construímos 20 fossas”, disse Valter.

todos se juntaram para ajudar no Amazonas

A ideia era incrível, mas eles teriam que resolver outro problema. Em 10 a 15 anos, as fossas estariam cheias. Para onde as famílias jogariam os dejetos? A resposta para esta pergunta veio do experimento de um biólogo com fossas biológicas de bananeira que o professor conheceu em um seminário em Anápolis, Goiás.

“A bananeira é a grande responsável. Os líquidos caem pelos lados e, como a bananeira requer água, ela faz o esgotamento sanitário. A própria raiz da bananeira suga todo o líquido da fossa. A raiz da bananeira faz a simbiose, filtra. Até chegar ao fruto a água está filtrada”, detalhou Valter.

Leia também:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Prefeito de Colatina (ES) é exemplo de boa gestão e humildade

5 lições de Adele sobre a vida

Cão empurra todos os dias a cadeira de rodas do seu dono com deficiência

bananneiras no Amazonas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

infográfico feito no Amazonas

O projeto foi escolhido como uma das 50 melhores iniciativas educacionais do mundo e rendeu a Valter uma indicação ao prêmio Global Teacher Prize, considerado o ‘Prêmio Nobel’ da Educação, que reconhece iniciativas educacionais inovadoras ao redor do planeta. Ele faz parte de uma lista de 49 educadores de diferentes países. A indicação ocorreu após ele evencer o prêmio Educador Nota 10, no ano passado, também com o projeto “Água limpa para os curumins do Tracajá”.

“Estou muito orgulhoso por ser um dos Top 50. A minha maior alegria é poder representar o Brasil lá fora, sendo um caboclo ribeirinho do meio da floresta amazônica, e levando a educação rural do Norte, a escola do campo, do Amazonas e de Parintins”, disse Valter.

A premiação acontecerá em março, em Dubai, nos Emirados Árabes. O professor vencedor vai receber um prêmio de US$ 1 milhão. “É a maior honraria na educação do mundo”, explicou Valter.

Com informações do acritica / Fotos: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,261,441SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Vaquinha para criança que vende bolos para ajudar em casa arrecada R$ 100 mil em menos de 10h

Após ser flagrado vendendo bolos na rua para ajudar sua mãe a sustentar seus 7 irmãos, o Nicolas, de apenas 12 anos, ganhou uma...

Vaquinha bate R$ 75 mil e jovem de 28 anos que adotou idosa realizará sonho da casa própria!

E essa família linda, gente! A Gláucia tem 28 anos e adotou a Cotinha, de 70 anos, que foi abandonada em um hospital de...

Conheça a cadeia sem policiais, nem armas e que nunca teve uma rebelião no país

A unidade visa novas práticas para detentos que não têm contato algum com algemas, polícia e violência enquanto cumprem suas penas.

Garotinha que chorou no aniversário ganha festa dos sonhos e se emociona novamente

Você se lembra da notícia que demos na semana passada, da garotinha de 7 anos do Amapá que não conteve o choro quando ganhou...

Jovem decide voltar a estudar depois de assistir “Pantera Negra”

Os filmes que assistimos exercem muito mais poder sobre nós do que imaginamos. Uma prova disso é a história do jovem Renato Siqueira de...

Instagram