Professor se monta de drag para falar sobre gênero e sexualidade aos alunos de cursinho

O professor de português Jonathan Chasko, do cursinho pré-vestibular oferecido pela Unioeste, em Cascavel, Paraná, vê a sala de aula como um espaço onde o professor pode discutir com os alunos questões sociais importantes a partir do conteúdo ensinado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu entendo a sala de aula como um espaço de formação social, não somente de conteúdos maçantes desprendidos da realidade, tento sempre, ao máximo, abordar temas polêmicos e da sociedade para discutir com os alunos visões de mundo que os outros espaços de formação, como a igreja, o lar, entre outros nem sempre dão conta”, disse Jonathan em entrevista para o blog LAISLAINY.

No último dia 17, quem deu a aula de “artigos definidos e indefinidos” não foi Jonathan, mas a Sofia Ariel, a drag queen do professor. A ideia era abordar a intolerância e o ódio que a comunidade LGBT sofre por conta da sua orientação sexual e de gênero.

A reação dos alunos preocupava bastante Jonathan porque o preconceito está “mais enraizado do que imaginamos”. Mas, logo os olhares de admiração pela sua coragem dominaram a atmosfera da sala de aula.

“Eles puderam compreender que não há apenas a heterossexualidade e a homossexualidade, que existem muitas outras sexualidades e que nascer com um ou outro corpo não significa, necessariamente, que as pessoas vão se identificar com as práticas que são consideradas masculinas e femininas”, conta Jonathan.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As impressões dos alunos foram as melhores possíveis. “Desde o primeiro momento o professor Jonathan deixou claro que iria tocar em assuntos polêmicos. Ele fala de português, gramática mas também leva determinados assuntos diferenciados para comentar. É uma coisa bacana, porque descontrai e chama atenção”, disse Karol.

“Quando levou a Sofia, o professor proporcionou uma visão diferente. Levou o que muita gente não tinha e encaixou o assunto de forma coerente, deixando as pessoas mais à vontade. Ninguém ficou sem vontade de aprender mais”, completa Renan.

professor-drag-queen

Capa: LAISLAINY

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,368FãsCurtir
1,907,147SeguidoresSeguir
9,289SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idosa de 87 anos confecciona máscaras de proteção para distribuir gratuitamente no MA

Sem conseguir encontrar máscaras de proteção, a professora, bióloga e engenheira civil Renatha Costa uniu forças com sua avó, dona Bernarda, 87 anos, para...

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Após ver família comendo restos do lixo, homem abre restaurante para servir pessoas carentes

O dono de um restaurante em Vila Velha (ES) abriu seu estabelecimento para atender gratuitamente pessoas em situação de rua durante a pandemia de...

Angelina Jolie doa R$ 5 milhões para manter merenda de alunos durante quarentena

A atriz Angelina Jolie, 44 anos, doou US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões) para manter a distribuição de merendas escolares para crianças de baixa...

ONG cria pias portáteis para moradores de rua lavarem as mãos

Um dos grupos mais afetados pela pandemia de coronavírus é o dos sem-teto. E não é para menos! Sem acesso a medidas básicas de saúde,...

Instagram