Professor se monta de drag para falar sobre gênero e sexualidade aos alunos de cursinho

Clique e ouça:

O professor de português Jonathan Chasko, do cursinho pré-vestibular oferecido pela Unioeste, em Cascavel, Paraná, vê a sala de aula como um espaço onde o professor pode discutir com os alunos questões sociais importantes a partir do conteúdo ensinado.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu entendo a sala de aula como um espaço de formação social, não somente de conteúdos maçantes desprendidos da realidade, tento sempre, ao máximo, abordar temas polêmicos e da sociedade para discutir com os alunos visões de mundo que os outros espaços de formação, como a igreja, o lar, entre outros nem sempre dão conta”, disse Jonathan em entrevista para o blog LAISLAINY.

No último dia 17, quem deu a aula de “artigos definidos e indefinidos” não foi Jonathan, mas a Sofia Ariel, a drag queen do professor. A ideia era abordar a intolerância e o ódio que a comunidade LGBT sofre por conta da sua orientação sexual e de gênero.

A reação dos alunos preocupava bastante Jonathan porque o preconceito está “mais enraizado do que imaginamos”. Mas, logo os olhares de admiração pela sua coragem dominaram a atmosfera da sala de aula.

“Eles puderam compreender que não há apenas a heterossexualidade e a homossexualidade, que existem muitas outras sexualidades e que nascer com um ou outro corpo não significa, necessariamente, que as pessoas vão se identificar com as práticas que são consideradas masculinas e femininas”, conta Jonathan.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As impressões dos alunos foram as melhores possíveis. “Desde o primeiro momento o professor Jonathan deixou claro que iria tocar em assuntos polêmicos. Ele fala de português, gramática mas também leva determinados assuntos diferenciados para comentar. É uma coisa bacana, porque descontrai e chama atenção”, disse Karol.

“Quando levou a Sofia, o professor proporcionou uma visão diferente. Levou o que muita gente não tinha e encaixou o assunto de forma coerente, deixando as pessoas mais à vontade. Ninguém ficou sem vontade de aprender mais”, completa Renan.

professor-drag-queen

Capa: LAISLAINY

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,078,568FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,749SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Após humilhação, motoboy ganha mais de R$190 mil em vaquinha, moto nova e é contratado por agência de marketing

Em menos de 24 horas, batemos a meta da vaquinha na VOAA para ajudar o motoboy Matheus a dar a volta por cima, depois...

Vaquinha para motoboy humilhado bate mais de R$100 mil em menos de 24h

Todo mundo acordou ontem precisando engolir a seco a história do Matheus Pires, de Valinho (SP). Vivemos em um país onde ainda há muita indiferença...

Homem raspa cabelo da namorada com alopecia, depois o seu também e ela não aguenta a emoção

Quando a gente escuta que amar não tem limites, a gente fala de gestos como o de Damien! Ele namora Eva Barilaro e, recentemente, os...

Instagram

Professor se monta de drag para falar sobre gênero e sexualidade aos alunos de cursinho 14