Professora aposentada de 92 anos melhora de saúde ao ensinar cuidadora a ler e escrever

Voltar a ensinar trouxe ânimo e alegria à vida da professora Ione Nóbrega, aposentada de 92 anos que até poucos dias atrás estava doente e apática.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ione se ofereceu para alfabetizar sua recém-contratada cuidadora, Maria, de 35 anos, que não sabia ler nem escrever.

“Quando a vovó soube disso, tratou logo de perguntar se ela queria aprender. Com a resposta afirmativa, vovó começou a ensinar”, conta Manuela Praxedes, advogada de 32 anos e neta de dona Ione, ao site SNB.

Maria, que é mãe de três filhos, topou na hora. A possibilidade de ensinar uma pessoa resgatou à memória de dona Ione seus anos áureos em que alfabetizava e aconselhava centenas de alunos. O prazer por lecionar afetou positivamente seu corpo e sua mente, trazendo-lhe vitalidade e bem-estar com a vida.

As aulas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A professora aposentada mora em Fortaleza, no Ceará. Ela já foi proprietária do tradicional colégio Instituto Nóbrega, sediado na capital cearense.

Dona Ione e Maria sentam à mesa todos os dias pela manhã e estudam juntas, antes do início do expediente da cuidadora.

Professora aposentada de 92 anos melhora de saúde ao ensinar cuidadora a ler e escrever
Maria e dona Ione na aula na cozinha. Foto: Manuela Praxedes / arquivo pessoal

As aulas, que começaram no início de março, tem apresentado resultados bastante positivos.

A neta de Ione, Manuela, tirou uma foto do caderno de Maria mostrando seu primeiro ditado completo, com diversas palavras escritas, demonstrando o progresso da cuidadora (imagem abaixo).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vida nova

A oportunidade de poder voltar a fazer aquilo que mais gosta, lecionar, também trouxe resultados incríveis para dona Ione.

Manuela conta que a avó até “parece mais nova” depois de voltar a ensinar.

Leia tambémJovem com Down de BH está terminando a faculdade e cuida da avó de 91 anos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ganha a Maria com conhecimento, ganha a vovó com rejuvenescimento e ganhamos nós que podemos presenciar uma cena tão linda e edificante”, comemorou a neta.

Confira o caderno de Maria com o ditado e as primeiras palavras escritas por ela:

Professora aposentada de 92 anos melhora de saúde ao ensinar cuidadora a ler e escrever
Primeiro ditado de Maria. Foto: Manuela Praxedes / arquivo pessoal

Leia tambémVovô de 90 anos faz faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: SNB

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Em seu dia de folga, bombeiro salva senhora arrastada por correnteza durante temporal (CE); assista

Um bombeiro salvou a vida de uma idosa arrastada por uma correnteza durante um temporal em Fortaleza na última sexta-feira (18). O ato heróico do...

Vídeo mostra o exato momento do nascimento de um passarinho

Essas imagens são para guardar na memória de como a natureza é perfeita! Vejam Fonte: Somente Coisas Legais

Sem ajuda para cuidar da filha, mãe leva Apae para cidadezinha rural em MG

A expressão que diz que uma mãe é capaz de mover céus e terras pode ser vista a olhos nus na história de uma...

Programa quer capacitar jovens LGBT e está com inscrições abertas

A organização que trabalha com o empoderamento da população LGBT+ brasileira, a TODXS, lançou o Programa Embaixadorxs, com a finalidade de descobrir e capacitar...

Policiais canadenses fazem curso de meditação para evitarem abordagens violentas

Oficiais da polícia de Peel, em Ontário, no Canadá, realizaram um curso de meditação mindfulness e filosofia Budista para aperfeiçoar seu autocontrole.

Instagram

Professora aposentada de 92 anos melhora de saúde ao ensinar cuidadora a ler e escrever 1