Professora une estudantes indisciplinados com afeto e criatividade

A professora de Química e mestranda Maura Bruckchem, 24 anos, pegou uma turma de estudantes com fama de indisciplinados e separados em ‘grupinhos’ no estágio de docência na época da graduação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Para ensinar a matéria e unir os estudantes do 1º ano do ensino médio de uma escola em Santo Antônio da Patrulha, no Rio Grande do Sul, ela usou uma fórmula que combinava criatividade com afeto.

“Quando cheguei na escola, os professores me avisaram que a turma era bastante difícil. De fato, eles eram bastante agitados, divididos em grupinhos”, contou Maura ao Razões para Acreditar.

Leia também: Com caderno de elogios, professora melhora autoestima de alunos

Até colocar os pés na sala de aula, ela acreditava que teria problemas, mas foi surpreendida. Os estudantes não faltavam com respeito, apenas eram agitados – adolescentes, né? A divisão da turma era o que mais incomodava a professora.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Comecei a propor atividades em grupo, mas era eu quem escolhia os grupos, para que eles começassem a interagir. Fazia atividades como se fossem mini gincanas, valendo chocolate. Mas, no final, sempre dava chocolate para todos, pois era uma forma de motivá-los”, explica.

professora une estudantes indisciplinados criatividade afeto

Como atividade final do estágio, ela propôs aos estudantes que fizessem uma paródia sobre ligações químicas. Desta vez, os estudantes se dividiram por conta própria em dois grupos de cinco. “Nesse trabalho eu deixei que eles escolhessem os grupos. Foi aí que veio a surpresa para a minha felicidade”, lembra.

No dia da apresentação, uma aluna perguntou à Maura se ela e os colegas poderiam apresentar uma única paródia. Claro que Maura deu sinal verde! Sem ela pedir, os estudantes se uniram para fazer algo juntos, demonstrando que entenderam a mensagem que Maura passou nas atividades realizadas em grupos.

A turma explicou as ligações químicas com a melodia da música “Fico Assim Sem Você”, famosa nas vozes de Claudinho e Buchecha. Maura soube através de uma amiga que fazia estágio na mesma escola que a professora titular da turma passou pela porta da sala quando os alunos cantavam a paródia. Ao chegar na sala dos professores, a professora teria dito que Maura fez um “milagre” na turma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aquele foi o maior combustível para eu seguir na docência, pois os professores andam tão desvalorizados. Aquilo abriu meus olhos pra realidade de que nosso papel é incentivar. Somos ferramentas de transformação capazes de criar transformadores!”, afirma.

professora une estudantes indisciplinados criatividade afeto

Chegando em casa, Maura recebeu da aluna que sugeriu a apresentação conjunta da paródia uma mensagem que faz ela acreditar que fez o que precisava ser feito: “Queria ter te falado hoje mais não deu tempo, você foi a primeira prof, que entrou na pior faze, e colocou pressão na gente, você foi a primeira, que nós nos ajuntar e fazer algo junto. Então parabéns sora, tu será uma professora nota 1000!”.

Dá play no vídeo e confira a paródia:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

professora une estudantes indisciplinados criatividade afeto

crédito das fotos: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,763,858SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Menino com uma perna empresta muleta para amigo ver jogo na Argentina e comove a web

Uma das coisas que mais curto aqui no Razões é mostrar aqueles pequenos momentos que acendem nosso coração aquela esperança em um mundo melhor. Durante...

Jovem viraliza nas redes com post sobre amor entre filho com Síndrome de Down e o padrasto

Após três anos separados, Kézia reencontra Lucas e o jovem se torna padrasto de João Miguel, que possui Síndrome de Down.

Menina de 13 anos monta sozinha biblioteca em comunidade no RJ e pede apoio para reforma do espaço

Lua é daquelas jovens que a gente tem muito orgulho de contar a história. Ela tem apenas 13 anos e, sozinha, garimpou bastante para...

Menino de 6 anos surpreende professores ao entregar medalha para amigo cadeirante

Querendo mostrar ao amigo o quanto ele é importante, o pequeno Pedro Henrique Carvalho, de 6 anos, decidiu entregar uma medalha ao seu colega,...

Instagram