Professora faz experimento para mostrar a discriminação em escola no Canadá

Desde o começo dos tempos, os seres humanos têm tendência a formar grupos, excluindo assim estranhos, inimigos, e qualquer um que seja diferente. Podemos não exatamente incentivá-las, mas tais atitudes tornam-se arraigadas a partir de uma idade muito precoce.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Este documentário acompanha uma experiência em uma escola primária que mostra o quão rapidamente as crianças podem assimilar a discriminação e todas as suas repercussões. Uma professora do ensino primário em Quebec conduziu um experimento no qual ela afirmou que estudos científicos provam que as crianças menores são geralmente mais criativas e inteligentes, e as mais altas são desajeitadas e preguiçosas. Ela dividiu sua turma com base nessas suposições. No dia seguinte, ela virou o jogo e fez com que se invertessem os papéis.

Algumas crianças de nove anos de idade entenderam que era tudo um jogo, mas para o resto acabou por ser uma experiência muito poderosa.

Não deixem de curtir nossa fanpage para acompanhar essas e outras histórias, cliquem aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,984,295SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Detentos doam os próprios alimentos, kits de higiene e roupas para vítimas de enchentes em Pernambuco

Detentos doaram 1,5 quilos de alimentos, 136 kits de higiene e 800 peças de roupas.

Iniciativa oferece apoio emocional e busca recolocação para mulheres no mercado de trabalho

Perder o emprego é sempre muito ruim, ainda mais agora, com a crise do coronavírus, que tem deixado muitas pessoas sem trabalho. Se você já...

Após perder 2 bebês, mãe realizará sonho de segurar filha “O meu milagre chegou”

"Chegou o mês de Junho e felizmente o mês em que eu irei conhecer a minha filha, Cecília. Não foi nada pouco fácil chegar...

Mãe encontra e agradece equipe médica que salvou a vida do filho 10 anos depois

Em 2004, Kelly Haddock, o marido e o filho, Ellie, nascido há 14 semanas, sofreram um acidente de carro. O marido morreu na hora...

Bob’s substitui canudos de plástico por canudos comestíveis

Os milkshakes vão ficar mais saborosos e sustentáveis.

Instagram