Professora transforma guarda-chuvas em sacos de dormir para desabrigados

Centenas de guarda-chuvas estragados estão sendo transformados em sacos de dormir forrados com cobertores para pessoas que vivem em situação de rua em Porto Alegre (RS).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Ao entregar as capas, ganho sorrisos. Esse é o meu pagamento. Tudo que o dinheiro compra, estraga. Uma pessoa dormir aquecida não tem preço”, diz Lídia Borges, de 40 anos, idealizadora do projeto. Ela é carinhosamente chamada de Professora Pafúncia pelos quase 500 alunos que ensina diariamente em nove escola da capital gaúcha.

A casa de Lídia serve como um grande depósito de objetos aparentemente sem condições de uso, estragados. No entanto, é aqui que ela os reaproveita de alguma maneira, seja costurando os panos e cobertores, recortando as colchas ou retirando as hastes dos guarda-chuvas doados por vizinhos e voluntários – ao final, os guarda-chuvas se transformarão em confortáveis sacos de dormir para a população em situação de rua.

professora transforma guarda-chuvas sacos dormir desabrigados

Como surgiu a ideia

A Professora Pafúncia conta com o apoio do marido e da sogra, que ajuda no acabamento e vedação da bolsa protetora. “Minha recompensa é quando a gente entrega. Saber que tem menos um passando frio. Se já se sente frio em casa, não dá para imaginar o que é na rua, que ainda tem toda a umidade”, acrescenta.

Leia também: Ex-morador de rua perde sua Kombi e pessoas se mobilizam para ajudá-lo

Lídia conta que a ideia de moldar as capas surgiu quando estava hospitalizada em uma Santa Casa, tratando um câncer de mama.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Eu fazia radioterapia no Santa Rita (do complexo hospitalar) todas as noites. E notei que vários irmãos dormiam no chão “puro”. Tiramos força do bem. Porque se todo mundo fizer um pouquinho de bem, o mal perde. O mal só tem força quando o bem fica inerte, parado. E não custa. Uma hora e meia da vida, tomando chimarrão, conversando, a gente faz os sacos”, relata.

“Com doações, poderíamos produzir o dobro de sacos de dormir”

Semanalmente, três a quatro sacos de dormir ficam prontos na “fábrica” de Lídia. “Se tivéssemos mais doações, certamente poderíamos chegar ao dobro de sacos. Por isso, precisamos de cobertores, principalmente, para produzir mais.”

A professora conta com algumas instituições parceiras, como a Escola Matias de Albuquerque, na Zona Sul, que recentemente realizou uma campanha de doação de guarda-chuvas entre pais e alunos.

A Associação dos Funcionárias da Carris (Use) também contribui com matéria-prima por meio do projeto Quem Tem Fome Tem Pressa, que recolhe e distribui roupas e lanches para a população pobre.

professora transforma guarda-chuvas sacos dormir desabrigados
Professora transforma guarda-chuvas em sacos de dormir para moradores de rua em Porto Alegre (RS).

“Como professora, tenho a função de deixar um mundo melhor”

Na terça-feira (13), seis sacos de dormir foram entregues para moradores em situação de rua na região central.

Wagner Rodrigues, marido de Lídia, conta que a receptividade de quem recebe é o que deixa o casal mais feliz. “As pessoas primeiro pensam que são cobertores. Mas depois acham bem legal. Teve um que disse: ‘Com essa coberta, vou conseguir dormir hoje, porque na noite passada fiquei andando de um lado pro outro pra esquentar'”.

Leia também: Jovem da Rocinha troca festa de aniversário por doações para desabrigados

Além do gesto de altruísmo, a professora defende que seu trabalho também melhora o planeta. “Ia tudo para o lixo. Algumas pessoas me perguntaram se eu queria tecido impermeável. Eu não quero. Quero produzir menos lixo, tirar o lixo da rua. Como professora, tenho a função de deixar um mundo melhor”, finaliza.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Gaúcha ZH/Fotos: Ronaldo Bernardi/Agencia RBS

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

985,943FãsCurtir
1,750,816SeguidoresSeguir
8,567SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fábio Assunção dá a volta por cima um ano depois de virar ‘piada’ no Carnaval

É impressionante o quanto as coisas podem mudar em apenas um ano, né? Olha o caso do ator Fábio Assunção, 48 anos. No Carnaval do...

Bióloga que salvou Arara Azul da extinção vira personagem da Turma da Mônica

Na última terça-feira (11), foi celebrado o Dia Internacional das Meninas e Mulheres na Ciência. Para comemorar a data, a Mauricio de Sousa Produções...

USP retira coágulo de artéria no cérebro e devolve movimentos a vítimas de AVC

Cientistas adjuntos da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto desenvolveram uma técnica eficaz na redução de quase a totalidade...

Neto faz “antes e depois” e homenageia avó em seu aniversário de 99 anos

A homenagem de um neto para sua avó no dia do seu aniversário de 99 anos comoveu as redes sociais nesta quinta-feira (13). Iury Neto,...

Juiz vai até a casa de idosa para lhe conceder aposentadoria

Um  caso incomum aconteceu há alguns meses, onde um juiz foi até a casa de uma senhora de 100 anos para conceder aposentadoria a ela. O...

Instagram