Professora paranaense é indicada a prêmio internacional de pesquisa contra o câncer

Uma professora de Química da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), no Paraná, foi indicada ao Prêmio Internacional de Pesquisa em Oncologia e Câncer, na categoria ‘Melhor Pesquisa’.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O reconhecimento dado à Juliana Inaba é resultado de um artigo publicado por ela no Grupo de Estudos de Biomoléculas e Bioatividade (Gebb) da universidade, onde ela atua como líder.

“Esta indicação é um reconhecimento dos nossos esforços contínuos para a execução de projetos de pesquisa de ponta, com resultados impactantes na comunidade científica”, disse a professora.

professora paraná indicada prêmio contra câncer

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O estudo – só pelo nome parece ser incrivelmente complexo! – se chama “Nanopartículas de prata com cobertura de porfirano como um agente antibacteriano promissor e modificador de eletrodo para eletroanálise de 5-fluorouracil” (traduzido do inglês).

Ele é fruto dos resultados obtidos durante a iniciação científica das então alunas de Farmácia Luana Bojko e Gabriela de Jonge, com colaboração dos alunos de doutorado Dhésmon Lima e Luma Clarindo Lopes, do Programa de Pós-Graduação em Química da UEPG.

Segundo a universidade, também são coautores da pesquisa os professores Adriano G. Viana, Jarem Raul Garcia, Christiana Andrade Pessoa e Karen Wohnrath, do Departamento de Química.

professora paraná indicada prêmio contra câncer

Tratamento contra tumores malignos

Juliana explica que sua pesquisa desenvolveu um sistema para quantificar o 5-fluorouracil – uma substância que trata tumores sólidos (e malignos), como adenocarcinoma colorretal, câncer de mama, pâncreas, estômago, próstata, cabeça e pescoço.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O composto pode gerar reações graves e, por isso, o seu controle de qualidade é essencial.

Para fazer o controle do 5-fluorouracil, são utilizadas nanopartículas de prata que não agridem a natureza. Isso foi possível graças a alga conhecida como Nori (Porphyra), popular na culinária japonesa, para o preparo de sushis.

“Com esse reconhecimento, esperamos divulgar os trabalhos desenvolvidos com excelência na UEPG, destacando a importância da valorização da ciência no nosso Estado e País”, ressaltou Juliana.

Os vencedores do Prêmio Internacional de Pesquisa em Oncologia e Câncer serão apresentados via cerimônia virtual nesta semana.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sabia que agora o Razões tem um livro? O Que Eu Aprendi Até Agora – 50 Conselhos Inspiradores Para Uma Vida Cheia de Razões Para Acreditar! está em pré-venda até 15/08. Comprando o seu exemplar agora, ganhe um brinde especial + frete grátisclique aqui.

Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,972,916SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Amigos fazem casamento surpresa para casal com direito a certidão de ‘ajuntamento’

A história de amor da Erika e do Amilcar é linda. Eles passaram por muita coisa e enfrentaram muitos desafios para conseguirem ficar juntos....

Projeto de compostagem em comunidade carente de Floripa é reconhecido internacionalmente

Tecnologia social de compostagem que surgiu a partir de um problema de infestação de ratos numa comunidade carente, a Revolução dos Baldinhos tornou-se modelo de sustentabilidade reconhecido internacionalmente.

Ex-traficante deixa a criminalidade e renasce como tatuador com prêmios no Brasil e na Europa

Entre o mundo do tráfico e fazer o que sabe de melhor, o tatuador Evandro decidiu mudar de vida: trocou derrotas por vitórias. Evandro é...

O aposentado que construiu uma casa com materiais naturais e recuperados por menos de 600 reais

A casa parece algo saído da Terra-Média e a história por trás dela é quase tão fantástica quanto. Michael Buck, um professor aposentado, passou oito...

Idoso de 102 anos volta a estudar e inspira estudantes no ES: ”Enquanto há vida, há esperança’

Faz cerca de um mês que o seu Pedro Francisco voltou a estudar. Aos 102 anos, o baiano foi morar em Vitória (ES) com...

Instagram