Professora no Amapá estimula estudantes a ganharem prêmios científicos internacionais

Com um sonho de ser professora, que começou aos 6 anos de idade, ao ser cativada pelo jeito de ensinar de uma professora, Elizabete Rodrigues batalhou para se formar em matemática e ser professora do ensino público no norte do país. Elizabete conta sua história de superação e dedicação aos alunos e ao ensino.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo os organizadores do evento TEDxVer-o-Peso:

“Por onde passa, a professora Elizabete Rodrigues marca forte presença. De instrutora rabugenta, virou mestra companheira, que persiste e faz acontecer. O conteúdo das aulas vai além do que trazem as apostilas de física e matemática. Mais do que ciências, ela ensina a sonhar alto, bem alto. E a conquistar os sonhos. No sul do Amapá, da fértil cozinha de sua casa transformada em laboratório escolar, os estudantes realizam experimentações, voam pra longe e trazem prêmios científicos internacionais.”

Dica e Texto da Laura Orioli

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM







Professora no Amapá estimula estudantes a ganharem prêmios científicos internacionais 2

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,080,475SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Gêmeas albinas paulistanas fazem sucesso na moda com sua beleza singular

Faltam adjetivos para descrever a beleza das gêmeas paulistanas Lara e Mara Bawar.

Máquina de currículos ajudará refugiados a encontrar emprego em evento de moda em SP

A máquina de currículos Você acredita em destino?, do Projeto Estou Refugiado, foi instalada na 6ª edição paulista do Coletivo Carandaí 25, bazar de grandes marcas...

Tal mãe, tal filha: foto de pilotas viraliza nas redes sociais

Uma foto de mãe e filha que chegaram a pilotar juntas um voo da Delta Air Lines se tornou viral nas redes sociais e...

Menina comemora aniversário no McDonald’s e fica encantada por atendimento de jovem funcionário

Um relato emocionante de Ana Clara Demazzo, de 13 anos, repercutiu nas redes sociais recentemente. A garota, que mora em Americana, município da Microrregião...

“Disseram que eu não conseguiria”, diz rapaz com síndrome de Down após se formar na faculdade

Dylan Kuehl fez o que muita gente disse que ele não seria capaz. Ele tem síndrome de Down e foi o primeiro com essa...

Instagram

Professora no Amapá estimula estudantes a ganharem prêmios científicos internacionais 3