Professora se emociona com surpresa feita por alunos durante aula online e vídeo viraliza: ‘Chorei muito’

O simples ato de ligar a câmera durante uma videochamada, nunca emocionou tantas pessoas como nesse final de semana.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os alunos do primeiro ano do ensino médio, em Sorocaba (SP), resolveram surpreender os professores durante as aulas online. As reações foram as mais lindas e emocionantes que a gente já viu.

Eu e o pessoal do meu ano resolvemos abrir a câmera para os professores porque eles se sentem muito sozinhos”. É assim que começa a descrição do vídeo feito pela Marina Cacace, de 15 anos.

Foram cerca de 45 alunos que participaram da supresa, que aconteceu na última quarta-feira (26). O vídeo já atingiu mais de 1 milhão de visualizações, somente no Tiktok.

Marina contou que teve a ideia da homenagem depois de assistir a um vídeo parecido no aplicativo. Ela falou com os alunos e todos concordaram.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A estudante diz que alguns professores desabafaram bastante porque moram sozinhos e não veem a família e alunos desde março.

Para Marina, os sorrisos nos rostos e a presença virtual não é o mesmo que estar na sala de aula, mas que o momento foi muito acolhedor para todos.

Uma das reações que mais se destacou no vídeo da Marina é da professora Carolina Aparecida Rosa, 33 anos, que chorou na gravação.

Por incrível que pareça isso é extremamente emocionante. Quando começaram a abrir as câmeras, comecei a chorar. Foi muito inesperado, todo mundo estava com um sorrisão no rosto. Pude ver como estão lindos e alguns até cresceram”, contou Carolina.

A última vez que vi tantos rostos assim foi em março. Fiquei muito impactada. A gente gosta de barulho, de gente e, até de dar bronca quando precisa”, comentou a professora.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela conta que a pandemia afastou todos fisicamente, mas deixou os alunos mais próximos emocionalmente. “Hoje eu recebo mais mensagem de aluno do que antes. No online tá todo mundo à disposição. Essa conexão por meio de tecnologia cresceu. Se for falar dos vínculos, a gente faz o possível para mantê-los, mas a distância afeta.

Marina conta que o vídeo é uma questão de empatia e amor ao próximo. “Dá uma saudade absurda, mas não digo só pelas aulas. Era muito mais legal, porque estava ali com muita gente. Às vezes eu penso em como eu queria ter aproveitado mais”, desabafa a estudante.

A professora acredita que após o vídeo, vão surgir outros exemplos. “Vi pessoas comentando sobre fazer também. Acho que pode ter criado uma corrente do bem. Agora, os alunos quererem assistir a aula com a câmera ligada, se tornou um padrão”, diz Carolina.

Você não viu o vídeo ainda? Então dá uma olhada!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo bem, eu também chorei, ok?

[Lembram da Larissa? Ela sofreu bullying porque jogada futebol, fez um vídeo reclamando disso e viralizou. Agora a MRV vai patrociná-la por 2 anos! ❤]

Essa história mais linda a gente viu lá no Arapiraca 7 Segundos.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,491,052SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Cavalo desafia incêndio e salva a sua família na Califórnia

Os incêndios na Califórnia (EUA) já devastaram mais de 30 mil hectares de áreas florestais, ou 305 km², o equivalente à cidade de Belo Horizonte. Bombeiros estão...

Professor que adotou 6 irmãos ganha Kombi para passear com a família (DF)

O professor João Nogueira, 31 anos, e sua ex-esposa e professora, Thamara Cordeiro, 32 anos, realizaram a maior adoção do Distrito Federal quando decidiram...

Fotógrafo registra o cotidiano encantador de Ribeirinhos no interior da Floresta Amazônica

Em Julho de 2017 deixei tudo aqui em São Paulo pra ir morar por 30 dias com os Ribeirinhos no interior da Floresta Amazônica. Contando...

Vila de minicasas vai abrigar mulheres sem-teto nos EUA

Uma pequena vila formada por 15 minicasas será o lar de mulheres em situação de rua.

Bombeiros ‘resgatam’ boneco de rapaz com deficiência intelectual em SC

No último domingo (23), o Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville (SC) atendeu uma solicitação de busca bem longe de ser comum: o resgate...

Instagram