Com saudades, professora tricotou bonecos de seus 23 alunos na quarentena

A gente que frequentou a escola sabe: nossos professores são muito mais do que apenas aqueles que nos ensinam. Eles são nossos amigos, nossos confidentes e às vezes, sentimos até que fazem parte da família.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Essa relação foi abruptamente cortada com a pandemia de Covid-19. Muitos alunos estão sentindo falta de seus professores, da sua companhia e do convívio diário e o mesmo vale para os docentes.

Uma professora holandesa decidiu extravasar essa saudade de uma maneira super fofa e criativa: ela aprendeu a tricotar e passou 100 horas – CEM HORAS – fazendo réplicas de seus 23 alunos.

professora tricota bonecos de seus alunos
Foto: Arquivo pessoal / Ingeborg Van der Duin

Apoie as costureiras do sertão baiano e ajude-as a terem seu ateliê clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ingeborg Van der Duin é uma educadora extremamente dedicada, que respira a escola e seus alunos. A quarentena tem sido bastante dura para ela… A saudade dos pequenos é imensa.

Para lidar com esse vazio, ela confeccionou bonecos personalizados, levando em conta as características físicas de cada aluno. O nível de detalhes de cada um impressiona: tanto que as crianças conseguiram se identificar nos bonecos!

professora tricota bonecos de seus alunos
A escola onde a professora leciona. Foto: Arquivo pessoal / Ingeborg Van der Duin

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

Foram 4 horas de trabalho para tricotar cada ‘boneco-aluno’. Ao final, ela apresentou os resultados para os alunos e seus pais, que adoraram a homenagem – claro!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após o looongo trabalho, Ingeborg fez uma boneca de si mesma e adicionou no mural de sua casa ao lado dos bonecos de tooodos os alunos. Toda vez que ela olhar para o mural, irá relembrar os bons tempos da sala de aula e reforçar a esperança de que muito em breve todos se verão novamente.

professora tricota bonecos de seus alunos
A professora Ingeborg. Foto: Arquivo pessoal / Ingeborg Van der Duin

É apenas uma questão de tempo, professora.

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: A Soma de Todos os Afetos

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,499,046SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Bebê tem reação adorável ao ouvir a voz de sua mãe pela primeira vez

Ver os bebês terem suas primeiras descobertas é emocionante, como foi o caso da história da bebê Charlotte que teve uma reação adorável. "Charly", como...

Primeiro açougue 100% vegano chega às Américas

Com mais de 40 tipos de “cortes”, foi inaugurado o primeiro açougue vegano (e segundo do mundo) das Américas. Conheçam o Herbivorous Butcher (Açougueiro Herbívoro), um açougue...

Foto de policial que ajudou menino perdido a encontrar a mãe viralizou nas redes sociais

A foto de um menino no colo de um policial com a cabeça no seu ombro comoveu a internet nos últimos dias. O momento foi...

Google coloca no mercado colher que diminui o tremor das mãos de pacientes com Parkinson

Um ato que para todos é quase automático, para pessoas com Parkinson pode ser um desafio, de alimentar sozinho com talheres. Os tremores que...

Menina que se identificou com Maju conta sua admiração pela jornalista: ‘Cabelinho igual o meu’

“Gosto da Maju, porque meu cabelinho é igual o dela, é muito lindo, olha! Ela é bonita. Minha mãe que arruma meu cabelo”, comentou Maria Alice.

Instagram