Professores doam 100 dias de auxílio-doença para colega cuja filha luta contra o câncer

Quando os professores da Escola Secundária Mae Jemison, em Hunstville, no estado do Alabama (EUA), descobriram que um de seus colegas não tinha mais dias de auxílio-doença disponíveis para poder cuidar da filha recém-nascida diagnosticada com câncer, eles se uniram para doar o benefício para ele.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

David Green é professor de história e pai de uma menina de 16 meses diagnosticada com leucemia linfoblástica aguda (um tipo de câncer do sangue e da medula óssea que afeta os glóbulos brancos) há seis meses. Sua filha, Kinsley, está recebendo tratamento a 160 quilômetros de casa e precisa que alguém que esteja a todo tempo ao seu lado, lhe cuidando.

Os professores da escola se uniram então para doar mais de 100 dias de auxílio-doença à família de David.

Leia também: Professor faz dinâmica sobre empatia e inspira alunos a se ajudarem

“Ficamos impressionados – e agradecidos – pela doação que recebemos. Alguns amigos já haviam dito que doariam alguns dias para nós, mas cem dias realmente era impensável”, disse Megan Green, mãe de Kinsley, à CNN. “É uma grande bênção e não sabemos como devolver tamanha gentileza aos que nos ajudaram primeiro.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Professores, pedagogos e educadores de escolas próximas também se envolveram na história, e afirmaram que podem doar semanas inteiras de auxílio-doença para David e Megan caso eles precisem.

Professores doam 100 dias de folga para colega cuja filha luta contra o câncer
Foto: Megan Saindon Green / Facebook

Wilma DeYampert, diretora assistente da Escola Primária Lakewood, trabalha no mesmo distrito escolar de David Green. Ela viu a história dele no Facebook e doou dois dias, os únicos que ela tinha e poderia transferir, já que ela mesma foi diagnosticada com câncer de mama em fevereiro.

“Eu não consigo nem imaginar ter um filho em tais condições e não poder ficar perto dele no momento em que ele mais precisa”, disse. “Então, pensei que era a coisa certa a fazer. Minha mãe sempre dizia: ‘Você não precisa ser rica para poder abençoar alguém'”.

A Escola Primária Goldsmith Schiffman foi outra escola onde muitos professores se uniram para ajudar Green.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ao todo, ele tem até 180 dias de auxílio-doença que podem ser transferidos por colegas e amigos, e assim poder cuidar de sua filha.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Sunny Skyz

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,827,323SeguidoresSeguir
24,592SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher com doença rara dá exemplo de vida e vaquinha para cirurgia bate R$99 mil em menos de 24h

A Karine é uma verdadeira guerreira! Ela nasceu com uma doença rara que até mesmo uma pequena exposição ao Sol lhe causa lesões graves...

Homem doa milhas de passagem para pessoas sem recursos visitarem familiares no Natal

Peter decidiu doar as milhas para pessoas sem recursos visitarem suas famílias neste Natal.

Ensaio fofo de casal de idosos vai estourar o seu fofurômetro! ❤❤

A neta do casal que presenteou eles para celebrar os 65 anos de casados, o resultado disso? Avós mais felizes e netos mais inspirados!

Sessenta anos depois, casal ganha fotos do dia do seu casamento

Rosinha e Russo se casaram em 1957, mas não tinham nenhuma foto daquele grande dia.

Professora estimula generosidade entre alunos e vídeo emociona internautas

"A gente tem que se preocupar com a nova geração"

Instagram

Professores doam 100 dias de auxílio-doença para colega cuja filha luta contra o câncer 1