Após muitos remendos com prego, professores arrecadam 600 pares de chinelos para alunos carentes 

Ricardo é professor de Ciências na Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo, em Porto Alegre (RS), e já tinha perdido as contas de quantos alunos o procuravam pedindo ajuda para consertar seus chinelos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como um verdadeiro “professor pardal”, Ricardo fazia remendos nos chinelos com um prego e pronto, dava para aguentar mais um pouco até arrebentarem de novo.

Preocupado com a situação dos estudantes, Ricardo e outros professores da escola criaram a campanha “Adote Um Pé”O resultado desta ação? Todas as turmas da escola ganharam pares de chinelos novinhos acompanhados de uma linda cartinha! 👏

A escola fica localizada numa comunidade carente do bairro Restinga, na Zona Sul da capital gaúcha, e com o verão se aproximando, os professores identificaram que muitas crianças não tinham calçados para ir à escola.

Ajude a educar jovens periféricos para o mercado de trabalho

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Resolvemos criar a campanha no Facebook, publicamos a numeração das crianças e pedimos que as pessoas fizessem a doação de um par de chinelos e uma cartinha. Conseguimos com muita facilidade as doações para três turmas, sendo 72 pares. Como muitas pessoas seguiram querendo ajudar, estendemos a campanha para mais turmas!”, explicou uma das idealizadoras da ação, a professora Caroline de Souza Coelho.

chinelos remendados com prego
O professor Ricardo tinha a “função” de consertar os chinelos das crianças

Mais de 600 pares de chinelos arrecadados

Ou seja, todas as turmas foram contempladas com pares de chinelos, que integram alunos dos 5 aos 16 anos.

“Foi um movimento muito lindo! Fizemos pontos de coleta na casa dos professores para que as pessoas pudessem entregar as doações e cartinhas. E no fim, fizemos uma linda festinha para entregar as doações”, afirmou Caroline.

criança segurando par de chinelos
A Campanha Adote Um Pé foi um sucesso!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

criança segurando cartinha
Além do par de chinelos, as crianças ganhavam uma linda cartinha!

chinelos e calçados crianças pés

Ajude a educar jovens periféricos para o mercado de trabalho

Depois dos chinelos, próximo passo é proporcionar um Dia das Crianças especial!

Agora, os professores estão realizando outra grande ação! Para um Dia das Crianças especial, eles querem contratar um mágico e também um carrinho de algodão doce. Abriram uma vaquinha para arrecadarem R$ 1.100. Clique aqui e contribua com a vaquinha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Bom, e mais uma vez temos certeza que os professores do nosso país são incríveis e que precisam ser mais valorizados, não é mesmo? Parabéns pela iniciativa!

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

razões para acreditar

crédito das fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fundo filantrópico arrecada recursos para ajudar na recuperação de Brumadinho

O ‘PróBrumadinho’ pretende arrecadar recursos para apoiar na recuperação e desenvolvimento sustentável de Brumadinho.

Vídeo: Manifestantes cantam ‘Baby Shark’ para acalmar criança em protesto no Líbano

Em meio à efervescência política e civil do Líbano, cuja população saiu às ruas para protestar contra a ineficiência do governo e a crise...

Corredor ajuda oponente a terminar corrida após suas pernas falharem a 100 metros da linha de chegada

No atletismo, os atletas competem não apenas uns com os outros, mas contra si mesmos, e a cada competição, eles se esforçam para alcançar um...

Menino de 6 anos salva primos gêmeos de se afogarem na piscina

Da série: heróis mirins da vida real!

Megg Rayara: a primeira travesti negra a receber título de doutora no Brasil

A tese traz um estudo de caso com quatro professores negros, homossexuais e afeminados.

Instagram

Após muitos remendos com prego, professores arrecadam 600 pares de chinelos para alunos carentes  2