Professores vestem saia para apoiar aluno que foi expulso de escola na Espanha

Desde outubro do ano passado, centenas de professores do sexo masculino de toda a Espanha têm vestido saia em suas salas de aula para promover a inclusão nas escolas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O movimento #laropanotienegenero (‘As Roupas Não Têm Gênero, em tradução livre) começou depois que um estudante da cidade de Bilbao chamado Mikel Gomez foi expulso de sua escola, cuja diretoria recomendou que ele fosse encaminhado para um consultório psicológico por gostar de usar saias.

Em um vídeo posterior compartilhado no TikTok, Mikel contou que queria simplesmente demonstrar seu apoio à diversidade.

Revoltados com o tratamento humilhante dado ao adolescente, seus amigos resolveram protestar, separando um dia na semana para irem de saia à escola.

professores vestem saia para apoiar aluno

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O movimento ganhou força, alcançando outros colegas e, eventualmente, os professores da instituição.

Manuel Ortega é um deles e, desde maio, usa saia com orgulho. “Uma escola que educa com respeito, diversidade, co-educação e tolerância. Vista-se como quiser! Nós nos juntamos à campanha #clotheshavenogender”, disse o educador em um tuíte.

professores vestem saia para apoiar aluno

Já o professor José Piñas compartilhou sua decisão de usar saia poucos dias depois de Manuel. Ele escreveu no Twitter: “20 anos atrás sofri perseguições e insultos por minha orientação sexual no instituto onde agora sou professor… muitos professores olham de canto de olho, mas isso não importa”.

Do mês passado pra cá, o movimento ganhou ainda mais força nas redes sociais e muitos reagiram positivamente ao gesto inclusivo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

professores vestem saia para apoiar aluno

O objetivo final dos alunos e professores é incentivar a direção da escola de Mikel a pedir desculpas públicas pelo tratamento inadequado dado ao adolescente – e mudar a maneira como as questões de gênero são abordadas entre os estudantes.

Uma história semelhante aconteceu na Holanda:  centenas de homens heterossexuais decidiram mostrar solidariedade a um casal gay que foi brutalmente agredido na cidade de Arnhem e começaram a andar de mãos dadas em defesa dos direitos dos homossexuais. Leia a história completa clicando aqui.

Fonte: Tanks Good News
Fotos: Reprodução / Twitter: @joxepinas

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,557,067SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Festival com curadoria de Lady Gaga arrecada R$ 679 milhões para luta contra coronavírus

O festival One World: Together At Home arrecadou US$ 127,9 milhões (R$ 679 milhões) para apoiar profissionais de saúde que estão lutando contra o...

Aplicativo de táxi transforma multas de trânsito em corridas grátis

Você pode fazer isso com todas as suas multas.

Conheça Mathy Lemos, a trans que faz sucesso na internet com muito humor: “Seja a mulher que você quiser”

Mathy Lemos chega fechando aonde quer que vá e nas redes sociais não é diferente. A maranhense faz sucesso com vídeos icônicos nas redes...

Resgate de cachorrinha cega que vivia numa pilha de lixo vai aquecer seu coração

Mal sabia Fiona que sua vida de lixo, abandono e falta de amor estava prestes a acabar. Em mais um dia escondida em uma pilha...

Barbearia dá desconto para crianças que leem livro em voz alta enquanto cortam o cabelo

As crianças que cortam cabelo lá ganham um desconto de dois dólares em troca da leitura de um livro em voz alta.

Instagram