Covid-19: Pesquisadores criam programa de computador que calcula risco de morte em pacientes

A cada dia surgem meios que ajudam a população no controle da pandemia do novo coronavírus. Dessa vez, pesquisadores da Universidade de Copenhagen, na Dinamarca, deram um passo fundamental: criaram um programa de computador que consegue calcular o risco de morte em pacientes com Covid-19 e tem precisão de 90%.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Isso mesmo! A partir desta tecnologia, médicos do mundo todo poderão reconhecer o real estado dos pacientes infectados e quais, de fato, têm reais chances de morte, direcionando-os a um tratamento mais intensivo e, consequentemente, evitando ao máximo os óbitos pelo vírus.

novo algoritmo prevê risco de morte para Covid-19
Risco de morte para Covid-19 é medido graças a algoritmo | Foto: Freepik

Programa de computador usa algoritmos para fazer os cálculos

O programa tem como base um algoritmo que considera a condição do paciente e alguns fatores de risco que alteram a contaminação e a taxa de eficiência dos tratamentos utilizados em hospitais atualmente.

Cerca de 5.600 pacientes já testaram a eficácia do programa e deu muito certo. Todos os resultados foram publicados em um estudo na revista científica Nature.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

novo algoritmo prevê risco de morte para Covid-19
Foto: Freepik

“Nossos resultados demonstram, sem surpresa, que a idade e o índice de massa corporal (IMC) são os parâmetros mais decisivos para quão severamente uma pessoa será afetada pela Covid-19”, explica Mads Nielsen, professor da Universidade de Copenhagen e um dos autores do estudo.

Ele também diz que o uso do algoritmo pode se tornar eficiente para sistemas de saúde identificarem mais cuidadosamente quem mais precisa da vacina. Mads argumenta que, sabendo quais os fatores de risco aumentam mais as chances de complicações de um paciente, é possível “movê-los para cima na fila de vacinas para evitar o risco de se infectarem e acabarem em um respirador”.

novo algoritmo prevê risco de morte para Covid-19
Foto: ArtMed

Para chegar ao algoritmo mais preciso, os pesquisadores utilizaram dados de pacientes dinamarqueses infectados com o coronavírus. Também reuniram informações coletadas pelo Biobank, uma iniciativa do Reino Unido que investiga as respectivas contribuições da predisposição genética e da exposição ambiental no desenvolvimento de doenças. Para finalizar, foram considerados fatores de risco, padrões de comportamento do vírus e correlações com o combate contra outras doenças, entre outros pontos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O computador nunca será capaz de substituir a avaliação de um médico, mas pode ajudar a definir prioridades contínuas no combate à Covid-19”, afirma Mads. Com essa pesquisa publicada, os pesquisadores esperam ajudar os hospitais e terem um melhor preparo para os atendimentos de pacientes infectados. “A meta é prever a necessidade de respiradores com até cinco dias de antecedência”, diz.

Fonte: Exame

Conheça no Cafezoom a história da Marina Aguiar, que foi milagrosamente curada de um câncer, formou-se em Medicina e fez residência em Hematologia no mesmo hospital onde finalizou seu tratamento. Saiu como paciente, voltou como médica!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,282,832SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Professor usa a criatividade para aluna com deficiência dançar na apresentação da escola

Agostina encantou a todos com a alegria de estar realizando o sonho de ser bailarina por alguns minutos.

Mendigo solta a voz em programa de talentos no México e emociona a todos

Cada pessoa tem uma trajetória única de vida, e não podemos julgar sem saber o que a pessoa passou ou quais motivos a levaram...

Vaquinha para porteiro que pediu emprego com cartaz bate meta em menos de 24h

Desempregado desde dezembro do ano passado, porteiro fica todos os dias em frente a um supermercado com cartaz pedindo emprego.

Casas de passarinho inteligentes avisam quando há focos de incêndio na floresta

Os componentes eletrônicos dentro das casinhas enviam um sinal por GPS para os bombeiros, que dessa forma conseguem chegar à floresta antes do incêndio se alastrar e destruir milhares de hectares.

Para ajudar pequenos empreendedores, empresa pausa as vendas e transforma site em plataforma de cursos gratuitos

Nesse momento em que pequenos negócios e empreendedores sofrem com as consequências da paralisação econômica por conta do coronavírus, desde a semana passada, uma...

Instagram

Covid-19: Pesquisadores criam programa de computador que calcula risco de morte em pacientes 3