Projeto brasileiro busca ‘pais por uma hora’ para crianças sem perspectiva de volta pra casa

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO



Nas últimas semanas, recebemos dezenas de e-mails de pessoas interessadas no “apadrinhamento afetivo”, depois de um post que fizemos falando de uma ONG norte-americana que procura pessoas querendo dar um pouco de carinho para crianças que vivem em orfanatos com poucas chances de serem adotadas.

Uma das iniciativas que recomendamos aqui no Brasil, principalmente para quem vive em São Paulo ou está de passagem pela cidade, é o Projeto Convivência Apadrinhamento Afetivo, do LEVV (Laboratório de Estudos da Violência e Vulnerabilidade Social), ligado à Universidade Presbiteriana Mackenzie.

O projeto tem como objetivo garantir o direito de convivência familiar e comunitária a crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional, promovendo a criação de vínculos afetivos com pessoas de fora da instituição.

É esperado do padrinho ou madrinha que ela seja uma pessoa de referência para as crianças e adolescentes, que sejam capazes de criar vínculos afetivos que auxiliem no seu processo de desenvolvimento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os critérios para apadrinhar:

Ter mais de 18 anos.

Participar do Grupo de Preparação.

Possuir disponibilidade afetiva e concreta para contato por no mínimo 2 horas, durante no mínimo 1 ano.

Mostrar-se motivado a contribuir de forma positiva para o desenvolvimento das crianças/adolescentes.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Não possuir cadastro no Sistema Nacional de Adoção.

As etapas:

Entrevista inicial.

Participação do Grupo de Apoio.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aproximação gradual e assistida da criança/adolescente.

Acompanhamento contínuo.

Mais informações aqui.

Foto de capa: Hugo Harada/Gazeta do Povo

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,025,488FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
11,870SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Brasileira voluntária da 2ª Guerra Mundial é hoje voluntária na luta contra o Coronavírus

A dona Blandina era adolescente quando confeccionou luvas para os soldados brasileiros da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutaram na 2ª Guerra Mundial. Lá se...

Batismo de bebê conta com bençãos de familiares católicos, espíritas, evangélicos e umbandistas

Quando completou três meses de vida, o pequeno Iago recebeu as bençãos de sua família, cada qual à sua maneira: uma avó é católica,...

Com 4 filhos pequenos, dona de casa abandonada por marido recebe apoio de internautas

A jovem mamãe Andreza Santos Araújo, 23 anos, mora e cria sozinha seus quatro filhos pequenos em Várzea Grande, Mato Grosso. Desde que o...

Em vídeo fofo, filho com paralisia cerebral conta para pai que está apaixonado. Veja!

Ai, socorrooo! O Biel tá apaixonado, esse sorriso não engana ninguém! 😍 Biel tem paralisia cerebral e ama um triatlo! Ele e o pai, o...

Jovens antecipam casamento após saber que um deles tem apenas 5 meses de vida

Se você, assim como eu, se acabou de chorar vendo "Um amor para recordar" lá em 2002, se prepare: essa história é real, e...

Instagram