Projeto desenvolve conceito de mobilidade urbana com crianças de 2 a 7 anos

Em parceria com a Compartibike, o Itaú iniciou no último dia 12 um projeto que vai ensinar crianças de 2 a 7 anos a como andar de bike em centros urbanos de forma segura.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A “Escolinha Bike” acontecerá simultaneamente nos finais de semana, das 9h às 16h, durante três meses, nas sete regiões brasileiras que contam com o sistema de compartilhamento de bicicletas do Itaú: Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

“A Escolinha Bike é um projeto inovador, que se inspira em experiências internacionais e traz para o Brasil a oportunidade de crianças que ainda não pedalam entrarem em contato com a bicicleta desde cedo. Precisamos começar a mudança cultural pelas crianças”, afirma Tomás Martins, Diretor da Compartibike.

Os pais ou responsáveis das crianças devem retirar uma senha no local onde a Escolinha Bike estará instalada no dia. A senha vale para o dia da viagem e permitirá que o aluno participe de uma das turmas com 20 vagas disponíveis a cada hora. A atividade é gratuita.

Como funciona na prática: as turmas serão divididas em dois tipos, a bike balance, para crianças de 2 a 5 anos, e bikes aro, para adolescentes de 12 a 16 e crianças de 3 a 7, totalizando 65 vagas. Depois da atividade, as crianças habilitadas receberão um certificado de mini condutor infantil.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,643,961SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Aos 92 anos, brasileira recebeu o principal prêmio de agricultura orgânica mundial

A engenheira agrônoma Ana Primavesi, atualmente com 97 anos, luta pela saúde de nossos solos há 72 anos. Enquanto a maioria de nós nem existia, ela...

Já estão sendo feitos testes com medicamento para tratar o autismo

E também poderá ser usado para tratar Alzheimer.

Mulher acha que gato de vizinha é filho e quase chama Conselho Tutelar por xingamentos

É xingamento, mas carinhoso! Esses dias, uma mulher achou que a vizinha estava maltratando o filho ao ouvi-la chamar seu gato de ‘noia chulezento'....

Startup ajuda fábricas a evitar desperdício e abastecer mercados em tempos de escassez

Sabe aquele panetone que não ficou bem redondinho? Ou o creme dental que teve a embalagem amassada? No controle de qualidade das fábricas, esses...

Prefeitura de SP vai pagar salário mínimo para travestis poderem estudar

A prefeitura de São Paulo anunciará no fim do mês a criação de uma bolsa de um salário mínimo mensal (R$ 788) para que,...

Instagram